Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Filme de Rodriguez escorre sangue por todos os lados

Machete’ não é para todos os gostos. Mas tem Lindsay Lohan nua, sangue aos litros e muita acção.
25 de Novembro de 2010 às 17:27
Danny Trejo é 'Machete', o bom vilão
Danny Trejo é 'Machete', o bom vilão FOTO: D.R.

O filme agrada sobretudo aos que gostam de ingredientes fortes como sangue a jorrar por todos os lados, pancadaria e tiroteio indiscriminados e membros decapitados espalhados pelo ecrã- inclusive com intestinos a servir de corda para uma fuga pela janela de um prédio alto... E comédia a torto e direito.

O novo filme de Robert Rodriguez e Ethan Maniquis é um hino à violência gratuita mas como forma de arte no exagero da sua exploração. E tem em Danny Brejo a revelação. Além do elenco ‘apetitoso' aos olhos masculinos - Michelle Rodriguez, Lindsay Lohan e Jessica Alba brilham e encantam -, os durões Robert De Niro, Steven Seagal e Don Johnson também vêm de encontro aos ímpetos mais machos na luta pela exclusão racial.

Objectivo dos ‘senhores': correr com os imigrantes mexicanos do Texas e, para os impedir de voltar a entrar, erguer uma barreira electrificada na fronteira com o México. Pedagógico, não? 

No meio de toda esta ‘cegada' está ‘Machete' (Danny Trejo), um ex-agente federal mexicano que viu a sua mulher e filha mortas às mãos do arqui-inimigo ‘Torres' (Seagal), um barão da droga implacável, fugiu para o Texas e agora cai numa armadilha e vê-se forçado a aceitar matar o senador McLaughin (De Niro), o tal que quer expulsar os seus conterrâneos dos EUA.

Viril, sensível q.b. e imperturbável, ‘Machete' consegue sobreviver e, sem querer, vai tornar-se no herói de uma operação de vingança mortífera e luta pelos direitos dos mexicanos liderada por ‘Shé' (Michelle Rodriguez) e ainda vai contar com a ajuda de uma agente do departamento de Imigração muito sensual (Jessica Alba).

Pelo meio, há mulheres nuas (Lindsay Lohan), padres com jeito para armas e muita adrenalina com direito a uma batalha campal final de levantar o espectador em aplausos.

A melhor forma de resumir o espírito do filme? Este é o ‘Kill Bill' - o filme de Quentin Tarantino protagonizado pela ‘ninja' Uma Thurman, lembra-se? - de Robert Rodriguez.

Ver comentários
}