Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Dia de emoções: Aplausos e lágrimas na hora da despedida a Maria João Abreu

Marido da atriz, João Soares, foi dos primeiros a chegar à igreja, vestido de branco.
Correio da Manhã 15 de Maio de 2021 às 11:22
A carregar o vídeo ...
Cerimónias fúnebres de Maria João Abreu
Família e amigos de Maria João Abreu juntaram-se este sábado, na Igreja de São João de Deus, em Lisboa, para a última despedida à atriz.

O marido da atriz, João Soares, já chegou à igreja vestido de branco, como sugeriu a todos os que quisessem marcar presença nas cerimónias. 

O ex-marido José Raposo, Daniel Oliveira, Ruy de Carvalho, Mané Ribeiro, João Baião, Diogo Infante, Gabriela Sobral foram algumas figuras públicas que marcaram presença nas cerimónias fúnebres, para além de muitos fãs e admiradores do trabalho da artista-

Centenas de pessoas reuniram-se nas imediações da Igreja de São João de Deus, para prestarem homenagem à artista que brilhou no palco e na televisão portuguesa.

As ausências maid notadas foram as dos filhos de Maria João Abreu, Miguel e Ricardo Raposo, que estão em isolamento devido à Covid-19. Miguel Raposo, filho da atriz e do ex-marido, José Raposo, está infetado.


Maria João Abreu, recorde-se, sentiu-se mal no passado dia 30 de abril, enquanto estava a gravar a novela ‘A Serra’, da SIC, na sequência de um aneurisma. Nesse dia, entrou no Hospital Garcia de Orta pelo próprio pé. No entanto, seguiu-se um AVC hemorrágico que veio agravar o estado geral da atriz de 57 anos. Perante a gravidade da situação, foi colocada em coma induzido e os médicos tiveram de “retirar o osso do crânio para provocar uma descompressão” e conseguir drenar o sangue acumulado. Quando se começou a aliviar a sedação, percebeu-se que nada mais havia a fazer, uma vez que Maria João Abreu já se encontrava em morte cerebral.

Foram centenas as pessoas, que à saída do caixão da igreja, aplaudiram de pé a atriz Maria João Abreu. Emoção e dor tomaram conta dos seus familiares, amigos e das pessoas que tanto a admiravam.





Siga o Correio da Manhã no Instagram:


Maria João Abreu Igreja de São João de Deus Lisboa questões sociais morte
Ver comentários