Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

‘Mãe!’ choca público e o próprio elenco

Filme de Darren Aronofsky divide opiniões. Não há meio termo: ou se ama ou se odeia.
Sónia Dias 21 de Setembro de 2017 às 01:30
Javier Bardem e Jennifer Lawrence numa das cenas de ‘Mãe!’, que hoje estreia em Portugal
Jennifer Lawrence e Darren Aronofsky
Javier Bardem e Jennifer Lawrence numa das cenas de ‘Mãe!’, que hoje estreia em Portugal
Jennifer Lawrence e Darren Aronofsky
Javier Bardem e Jennifer Lawrence numa das cenas de ‘Mãe!’, que hoje estreia em Portugal
Jennifer Lawrence e Darren Aronofsky
Na sua passagem pelos festivais de Veneza e Toronto, ‘Mãe!’, de Darren Aronofsky, que hoje estreia em Portugal, conquistou os maiores elogios da crítica e, simultaneamente, o seu desprezo absoluto. Enquanto ‘The Guardian’ e ‘The New York Times’ lhe deram nota máxima, ‘The New York Observer’ classificou-o como o "pior filme do século".

Mas nada disto importa ao realizador, que escreveu ‘Mãe!’ em cinco dias no seu apartamento de Nova Iorque. Uma "maratona febril", como lhe chamou, e que supostamente culminou numa parábola bíblica, uma das interpretações possíveis desta história sobre um casal, interpretado por Jennifer Lawrence - atual namorada de Aronofsky - e Javier Bardem, cujo quotidiano se transforma em pesadelo com a chegada de dois estranhos (Michelle Pfeiffer e Ed Harris).

"Foi o papel mais difícil e exigente da minha carreira. Nunca mais vou fazer nada assim", disse Jennifer Lawrence que, depois de ver o filme, receou que tivesse ido "longe demais".

Ainda assim, a atriz elogia a "coragem" do cineasta, que considera como um dos "mais controversos" da atualidade.

PORMENORES 
Comparação
‘Mãe!’ já foi comparado ao filme ‘A Semente do Diabo’ (‘Rosemary’s Baby’), realizado em 1968 por Roman Polanski.

Defesa
Face às críticas, a Paramount Pictures decidiu defender publicamente o filme, chamando-lhe "audacioso e corajoso".

Género
Darren Aronofsky diz que ‘Mãe!’ não é um filme de terror. Contudo, tem a classificação de M/16 (M/18 em alguns países).
Ver comentários