Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Mais de 1,3 milhões de pessoas nos festivais de verão

Rock in Rio lidera, com 278 mil pessoas em quatro dias. Segue-se o NOS Alive, que esgotou pelo terceiro ano consecutivo.
Duarte Faria 22 de Setembro de 2018 às 01:30
Rock in Rio teve este ano menos 51 mil pessoas do que na última edição, em 2016. Mas o evento também contou com menos um dia
Rock in Rio
Palco Mundo do Rock in Rio
Rock in Rio teve este ano menos 51 mil pessoas do que na última edição, em 2016. Mas o evento também contou com menos um dia
Rock in Rio
Palco Mundo do Rock in Rio
Rock in Rio teve este ano menos 51 mil pessoas do que na última edição, em 2016. Mas o evento também contou com menos um dia
Rock in Rio
Palco Mundo do Rock in Rio
Com a temporada de festivais praticamente no fim, é fácil de concluir que a música continua a arrastar verdadeiras multidões em Portugal. De acordo com números recolhidos pelo CM, os principais eventos que se realizaram este ano no nosso país receberam mais de 1,3 milhões de pessoas.

No entanto, o número de espectadores deste tipo de eventos será bem superior, já que o nosso país é palco de quase 200 festivais ao longo do ano. E alguns, como o Santa Casa Alfama e o Super Bock em Stock ainda nem sequer se realizaram.

Contudo, é já seguro afirmar que o Rock in Rio vai fechar o ano como o acontecimento que mais público recebeu. No total, e ao longo de quatro dias, foram 278 mil os espectadores que passaram pelo Parque da Bela Vista, em Lisboa, muitos deles estrangeiros.

Ainda assim, o festival lisboeta recebeu menos 51 mil pessoas do que na última edição, em 2016, ano em que decorreu ao longo de cinco dias.

No segundo lugar deste top surge o NOS Alive, com 165 mil pessoas. O festival do Passeio Marítimo de Algés esgotou pelo terceiro ano consecutivo. Acima dos 100 mil visitantes encontram-se ainda o Sudoeste, na Zambujeira do Mar, o Marés Vivas, em Vila Nova de Gaia, o Paredes de Coura, o Somnii, na Figueira da Foz, o Festival do Crato e o Músicas do Mundo, que se realiza em Sines.

Já o Sol da Caparica e o Festival F, em Faro, que apostam fortemente na música portuguesa, registaram um aumento significativo no número de espectadores, face a anos anteriores, e atraem, em conjunto, mais de 100 mil festivaleiros.

Em Lisboa, o Super Bock Super Rock levou ao Parque das Nações mais de 50 mil pessoas e o histórico Vilar de Mouros chamou ao Alto Minho cerca de 32 mil pessoas.

No fim da lista dos mais populares festivais de verão, surge o Summer Fest, na Ericeira, que, este ano, contou com pouco mais de 30 mil pessoas.
Ver comentários