Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Ministra da Cultura considera Igor Sampaio "exemplo discreto de dedicação incondicional à arte"

Graça Fonseca manifesta em comunicado o "seu mais profundo pesar" pela morte do "dedicado ator, cenógrafo e figurinista".
Lusa 4 de Setembro de 2021 às 10:51
Graça Fonseca
Graça Fonseca FOTO: Lusa
A ministra da Cultura lamentou este sábado a morte do ator Igor Sampaio, considerando-o um "exemplo discreto, de dedicação incondicional à arte e ao público" num trajeto profissional pautado "pela busca apaixonada daquela verdade natural que qualquer ator persegue".

Em comunicado, Graça Fonseca manifesta o "seu mais profundo pesar" pela morte do "dedicado ator, cenógrafo e figurinista" que teve uma "presença assídua e versátil nos palcos dos teatros e na ficção televisiva".

O trajeto profissional de Igor Sampaio, que morreu na sexta-feira, aos 76 anos, na sequência de um acidente vascular cerebral, pautou-se também, "nos vários contextos em que trabalhou, pela busca apaixonada do espanto, do riso, da inquietação e da superação", acrescenta-se na nota governamental.

Igor Sampaio questões sociais morte
Ver comentários