Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

Morreu ator e ativista LGBTI António Alves Vieira

Militante do Bloco de Esquerda tinha 30 anos.
13 de Agosto de 2018 às 22:48
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira
António Alves Vieira, ator e ativista LGBTI, morreu este sábado. A notícia foi avançada pelo Bloco de Esquerda, partido de que era militante. 

Segundo o partido, António Alves Vieira, de 30 anos, foi um dos impulsionadores da Marcha do Orgulho LGBT do Porto e lutour "pelos direitos laborais dos artistas do espetáculo". 

"O Bloco de Esquerda expressa o seu profundo pesar à família, amigos, camaradas e a todos os ativistas que cruzaram os seus caminhos com o António", é dito, numa nota sobre o seu falecimento. 

António Alves Vieira trabalhou em várias companhias de teatro, foi produtor e participou em filmes e novelas, como Rosa Fogo. 

José Soeiro, deputado do BE e colega de António, confirmou também nas redes sociais a morte do amigo, que terá colocado fim à própria vida, este sábado. "O António era luz. Juntava mundos. O António lutava com o coração, com o estômago, com o corpo todo. Tudo nele era intenso e verdadeiro", relembra, numa emotiva mensagem de despedida. 
Ver comentários