Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Mulheres dominam prémios de cinema em Veneza

‘L’événement’, da francesa Audrey Diwan, venceu o Leão de Ouro.
Sónia Dias 13 de Setembro de 2021 às 08:11
Audrey Diwan venceu Leão de Ouro com o filme ‘L’événement’
Realizadora Jane Campion com o Leão de Prata
Maggie Gyllenhaal premiada na estreia atrás das câmaras
Penélope Cruz venceu prémio de melhor atriz
Audrey Diwan venceu Leão de Ouro com o filme ‘L’événement’
Realizadora Jane Campion com o Leão de Prata
Maggie Gyllenhaal premiada na estreia atrás das câmaras
Penélope Cruz venceu prémio de melhor atriz
Audrey Diwan venceu Leão de Ouro com o filme ‘L’événement’
Realizadora Jane Campion com o Leão de Prata
Maggie Gyllenhaal premiada na estreia atrás das câmaras
Penélope Cruz venceu prémio de melhor atriz
As mulheres dominaram a 78.ª edição do Festival de Veneza, ao conquistarem, na noite de sábado, os galardões mais cobiçados daquele que é o mais antigo festival de cinema do mundo e, também, um dos mais prestigiados.

O filme ‘L’événement’ (‘O Acontecimento’), da realizadora francesa Audrey Diwan, venceu o Leão de Ouro de Melhor Filme, o prémio máximo do certame. Baseada no romance homónimo da escritora Annie Earnaux, autora de ‘Uma Paixão Simples’ e ‘Os Anos’, títulos já editados em Portugal, a película relata a angústia de uma jovem que faz um aborto clandestino em França, em 1964, 11 anos antes da despenalização. Com ‘L’événement’, Diwan conquistou o júri presidido pelo sul-coreano Bong Joon Ho (‘Parasitas’) e bateu os novos filmes de Almodóvar ou Paolo Sorrentino. Este último conseguiu o Leão de Prata do Grande Prémio do Júri, com ‘È Stata la Mano di Dio’ (‘Foi a Mão de Deus’).

O Leão de Prata de Melhor Realização foi para a neozelandesa Jane Campion e o seu ‘The Power of the Dog’ (‘O Poder do Cão’), com Benedict Cumberbatch. Já o prémio para Melhor Argumento foi entregue à atriz norte-americana Maggie Gyllenhaal, que se estreou na realização com ‘The Lost Daughter’ (‘A Filha Perdida’).

A espanhola Penélope Cruz foi a grande vencedora na categoria de Melhor Atriz, garantindo o único grande prémio do festival para ‘Madres Paralelas’ (‘Mães Paralelas’), de Pedro Almodóvar.


Ver comentários