Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Neil Young exige a retirada das suas músicas do Spotify

Informações falsas sobre Covid-19 deixaram o músico indignado.
25 de Janeiro de 2022 às 11:28
Neil Young
Neil Young FOTO: João Cortesão 
Foi através de uma carta aberta ao seu agente e à editora discográfica com a qual trabalha que Neil Young exigiu a retirada de todas as suas músicas do Spotify. "Eles podem ter o Rogan ou podem ter o Young, mas não podem ter ambos", disse Neil Young, referindo-se a Joe Rogan, autor de um podcast que está alojado na plataforma de streaming. A indignação do músico surge na sequência da divulgação de informações falsas sobre a Covid-19 e a vacinação nesse mesmo podcast.

"Estou a fazer isto porque o Spotify está a espalhar informações falsas sobre vacinas - possivelmente a causar a morte daqueles que acreditam na desinformação disseminada por eles", pode ler-se na carta redigida por Neil Young.

O podcast que está no centro da polémica, intitulado The Joe Rogan Experience, é neste momento um dos mais populares do Spotify, principalmente depois da assinatura de um contrato de exclusividade, em 2020. Cada episódio é ouvido por mais de 11 milhões de pessoas.

Cerca de 270 médicos, cientistas e profissionais de saúde assinaram, no mês passado, uma outra carta aberta que pedia ao Spotify a criação de uma política para lidar com as informações falsas proferidas no podcast de Joe Rogan.

O Spotify ainda não fez qualquer declaração nem foi tomada, até ao momento, nenhuma atitude relativamente à exigência de Neil Young.
Neil Young Spotify música plataforma de streaming discos álbuns
Ver comentários