Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

Paulina Chiziane dedica Prémio Camões 2021 às mulheres

"Este prémio serve para despertar as mulheres e fazê-las sentir o poder que têm por dentro", referiu a autora.
Lusa 20 de Outubro de 2021 às 19:45
 Paulina Chiziane
Paulina Chiziane FOTO: DR/Facebook
O Prémio Camões 2021 serve para valorizar o papel das mulheres numa altura em que o seu trabalho ainda é subvalorizado, disse hoje à Lusa a escritora moçambicana Paulina Chiziane, depois de receber a distinção.

"Afinal a mulher tem uma alma grande e tem uma grande mensagem para dar ao mundo. Este prémio serve para despertar as mulheres e fazê-las sentir o poder que têm por dentro", referiu a autora.

Chiziane foi a primeira mulher a publicar um romance em Moçambique, com "Balada de amor ao vento", em 1990.

A escritora Paulina Chiziane, 66 anos, elege a luta pela emancipação da mulher moçambicana como um dos fios condutores da sua obra.

O papel do feminino em Moçambique é algo de que pode falar na primeira pessoa: foi a primeira mulher a publicar um romance no país, em 1990, com "Balada de amor ao vento".

Ver comentários