Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Polícia italiana impediu ciberataque de pró-russos durante o concurso da Eurovisão

Já durante a segunda semifinal do festival foram reportadas irregularidades nos votos.
Reuters 15 de Maio de 2022 às 08:36
Orquestra Kalush da Ucrânia vence a edição de 2022 do Festival Eurovisão da canção
Orquestra Kalush da Ucrânia vence a edição de 2022 do Festival Eurovisão da canção FOTO: Reuters
A polícia italiana impediu ciberataques levados a cabo por grupos pró-russos durante a semi-final de 10 de maio e a final deste sábado do Concurso Eurovisão da Canção em Turim, disseram as autoridades este domingo.

Durante as votações e atuações dos concorrentes, a polícia disse ter mitigado vários ciberataques à infraestrutura da rede pelo grupo hacker "Killnet" e a sua afiliada "Legion".

A 11 de maio, a "Killnet" reivindicou um ataque aos sites de várias instituições italianas, incluindo o Senado, a Câmara Alta do Parlamento italiano, e o Instituto Nacional de Saúde (ISS), informou a agência noticiosa ANSA.

Desde que a Rússia invadiu a Ucrânia em 24 de Fevereiro, muitos governos ocidentais aumentaram os níveis de alerta em antecipação de possíveis ciberataques a sistemas e infraestruturas digitais.

A Orquestra Kalush da Ucrânia venceu o Concurso Eurovisão da Canção este sábado com a música "Stefania", criando uma onda de apoio do público e conseguindo uma vitória emocional que foi saudada pelo presidente do país, Volodymyr Zelenskiy.
Ver comentários
}