Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Prémio Nobel da Física atribuído a Alain Aspect, John F. Clauser e Anton Zeilinger

Anúncio feito esta terça-feira.
Correio da Manhã 4 de Outubro de 2022 às 10:49
Prémio Nobel Física
Prémio Nobel Física FOTO: Direitos Reservados
O Prémio Nobel da Física foi atribuído ao francês Alain Aspect, ao norte-americano John F. Clauser e ao austríaco Anton Zeilinger pelas suas descobertas em mecânica quântica.

Os efeitos da mecânica quântica estão a começar a encontrar aplicações. Existe agora um grande campo de investigação que inclui computadores quânticos, redes quânticas e comunicações quânticas encriptadas seguras.

Um factor chave neste desenvolvimento é como a mecânica quântica permite a existência de duas ou mais partículas no que se chama um estado enredado. O que acontece a uma das partículas de um par enredado determina o que acontece à outra partícula, mesmo que estejam muito afastadas.

John Clauser desenvolveu as ideias de John Bell, conduzindo a uma experiência prática que revelou que a mecânica quântica não pode ser substituída por uma teoria que utiliza variáveis ocultas.

Algumas falhas permaneceram após a experiência de John Clauser. Alain Aspect desenvolveu a configuração, utilizando-a de uma forma que fechou uma importante lacuna. Ele foi capaz de mudar as definições de medição depois de um par enredado ter deixado a sua fonte, pelo que a definição que existia quando foram emitidas não podia afectar o resultado.

Usando ferramentas refinadas e longas séries de experiências, Anton Zeilinger começou a usar estados quânticos. Entre outras coisas, o seu grupo de investigação demonstrou um fenómeno chamado teletransporte quântico, que torna possível mover um estado quântico de uma partícula para outra à distância.

John F. Clauser Alain Aspect Anton Zeilinger interesse humano
Ver comentários