Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Talento asiático faz história no cinema

‘A Despedida’ valeu Globo de Ouro a Awkwafina, norte-americana de origem chinesa.
Sónia Dias 8 de Janeiro de 2020 às 09:55
'A Despedida’, de Lulu Wang
‘Parasitas’, de Bong Joon Ho
'A Despedida’, de Lulu Wang
‘Parasitas’, de Bong Joon Ho
'A Despedida’, de Lulu Wang
‘Parasitas’, de Bong Joon Ho
Dois filmes fizeram história na última gala dos Globos de Ouro, que decorreu no domingo em Los Angeles. ‘A Despedida’, que chega esta quinta-feira às salas nacionais, valeu o primeiro galardão a uma atriz de origem asiática - Awkwafina (‘Crazy Rich Asians’) - na categoria de Melhor Atriz de Comédia ou Musical.

Na mesma noite, ‘Parasitas’ (já exibido em Portugal), que venceu a Palma de Ouro no Festival de Cannes 2019, tornou-se no primeiro filme sul-coreano a ganhar o galardão na categoria de Melhor Filme Estrangeiro. Além disso, estava indicado para outros dois prémios: Melhor Realização e Melhor Argumento, ambos a cargo de Bong Joon Ho.

Apesar de ainda não serem conhecidos os nomeados para os Óscares, tudo indica que estes dois filmes vão constar da lista da Academia de Hollywood.

E podem voltar a fazer história se a cineasta chinesa Lulu Wang (‘A Despedida’) e o sul-coreano Bong Joon Ho forem indicados para a estatueta de Melhor Realizador, pois seria a primeira vez que dois realizadores asiáticos competem nesta categoria em simultâneo.

Partindo do princípio de que a presença de ‘Parasitas’ na categoria de Melhor Filme Internacional é certa, isso será, só por si, um feito histórico, já que é a primeira nomeação para a Coreia do Sul.

‘A Despedida’ segue as peripécias de uma família chinesa que faz tudo para que a avó não perceba que está a morrer. Já ‘Parasitas’ acompanha uma família sul-coreana que tenta ganhar a vida com o mínimo esforço possível.
Ver comentários