Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Toureiro Marcos Bastinhas operado ao rosto

Marcos Bastinhas intervencionado em Badajoz. Está "fora de perigo". 
25 de Julho de 2014 às 14:30
Marcos Bastinhas, no momento em que saiu de maca da praça de touros de Albufeira
Marcos Bastinhas, no momento em que saiu de maca da praça de touros de Albufeira FOTO: Jorge Sampaio

O cavaleiro tauromáquico Marcos Bastinhas, de 28 anos, foi operado esta quinta-feira no Hospital de Badajoz, em Espanha, para retirar uma bolha de ar que se tinha formado por baixo do olho esquerdo, na sequência de um acidente sofrido em Albufeira, no Algarve, durante a corrida de toiros de quarta à noite.

O filho de Joaquim Bastinhas estava em plena corrida quando, ao fechar com um ferro em sorte de ‘violino', foi atingido na face por um ferro já cravado no touro, que o atingiu na face, mesmo por baixo do olho esquerdo. "A dor foi tanta que ele desmaiou", conta fonte próxima da família, que pediu para ficar anónimo.

"Foi assistido na enfermaria da praça, de onde foi mandado para o centro de saúde de Albufeira, mas inicialmente não acusou nada de especial, e o Marcos [Bastinhas] foi mandado para casa, em Elvas, para descansar."

Ontem, porém, com um grande hematoma no rosto, o cavaleiro dirigiu-se ao Hospital de Badajoz, onde os médicos lhe fizeram exames mais apurados e detetaram, numa radiografia, "uma fratura no osso que, felizmente, não tem qualquer efeito na vista - que era a maior preocupação de todos".

Operado durante hora e meia, o cavaleiro foi para o recobro e, segundo a mesma fonte, não vai atuar hoje na Póvoa do Varzim, onde será substituído pelo pai, Joaquim Bastinhas. Marcos deverá permanecer em repouso durante "as duas ou três próximas semanas".

Marcos Bastinhas, que tomou a alternativa no Campo Pequeno, Lisboa, a 10 de julho de 2008, apadrinhado pelo pai, nasceu a 1 de junho de 1986. Na corrida de Albufeira, os seus toiros foram lidados por Ana Batista.

PORMENORES

FORCADO PARAPLÉGICO

Foi um dos mais graves acidentes de sempre ocorridos nas touradas nacionais. Oforcado Nuno Carvalho foi colhido por um touro em 2012 e ficou paraplégico.

SUSTO COM PEDRITO

Pedrito de Portugal assustou os aficionados lusos quando se soube que tinha ficado ferido numa corrida em Olivença, Espanha. Mas ainda matou o touro antes de ir ao hospital.

ANA BATISTA FERIDA

Acavaleira Ana Batista foi notícia de jornal dois anos consecutivos. Sofreu acidentes na Azambuja (2012) e Vila Viçosa (2013), sempre com boas recuperações.

 

Cultura Tauromaquia
Ver comentários