Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Basquetebol do FC Porto corre o risco de perder 20-0 por falta de comparência

Clube pode ser excluído se repetir a decisão.
Lusa 16 de Outubro de 2021 às 22:57
Basquetebol
Basquetebol FOTO: Getty Images
O FC Porto, que hoje não compareceu ao jogo de basquetebol com a Ovarense, da Liga portuguesa, corre o risco de perder o jogo por 20-0, sem somar qualquer ponto, e pode ser excluído se repetir a decisão.

Os regulamentos da Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB) referem que em caso de falta de comparência, a equipa soma zero pontos (no basquetebol a derrota dá um ponto e a vitória dois), e é considerada derrotada por 20-0.

O artigo 56, que fala sobre a falta de comparência, refere ainda que um clube que "injustificadamente faltar a um jogo que se encontre calendarizado" será também punido com multa de 250 a 5.000 euros.

"A justificação da falta de comparência deverá ser apresentada através de requerimento dirigido à FPB, acompanhado dos elementos de prova dos factos invocados, no prazo máximo de 48 horas após a data de realização do jogo e apenas pode ter por fundamento a ocorrência de caso de força maior, caso fortuito ou ação de terceiro", refere o ponto quatro do mesmo artigo.

Já o ponto cinco adianta que "aplicação da sanção de derrota em dois jogos consecutivos ou três interpolados determina a exclusão da competição" da equipa.

O FC Porto anunciou hoje em comunicado a não comparência ao jogo de basquetebol com a Ovarense, da Liga portuguesa, por desacordo com a nomeação de um dos árbitros, em sintonia com a sua decisão tomada em junho.

O clube justifica a ausência com o facto de ter sido nomeado para o jogo com a Ovarense "um dos árbitros envolvidos nas vergonhosas arbitragens que condicionaram a equipa na passada temporada e que lhe retirou um título nacional".

No comunicado, o FC Porto pede ainda desculpa à Ovarense, que merece o seu "maior respeito e é alheia à nomeação", e informa que, em sintonia com a sua decisão comunicada a 21 de junho de 2021, não comparece ao referido jogo, que tinha início previsto para as 17:00.

"Esta deliberação, não sendo nova, merece ser comunicada em defesa dos superiores interesses do FC Porto", refere a nota, acrescentando que continuará com a sua equipa de basquetebol em todas as provas, "enquanto a deixarem nelas participar".

A posição do FC Porto surge após em 21 de junho ter assegurado que iria falhar os encontros da Liga portuguesa de basquetebol que fossem dirigidos pelos mesmos árbitros do último jogo da final de 2020/21.

No final do quinto e último jogo da final dos 'play-offs', ganho pelo Sporting, por 86-85, os responsáveis portistas criticaram duramente a arbitragem e admitiram mesmo deixar a modalidade.

Liga FC Porto Ovarense FPB desporto basquetebol eventos desportivos
Ver comentários