Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Candidatura ibérica ao Mundial de 2030 com honras de estado

Presidente Marcelo, rei Felipe VI e os dois primeiros-ministros apadrinham parceria.
Sérgio Pereira Cardoso 5 de Junho de 2021 às 09:18
Marcelo e Felipe VI trocaram camisolas
Fernando Gomes (FPF) e Luis Rubiales (RFEF)
Acordo com apoio ao mais alto nível. Com chefes de Estado e de Governo
Marcelo e Felipe VI trocaram camisolas
Fernando Gomes (FPF) e Luis Rubiales (RFEF)
Acordo com apoio ao mais alto nível. Com chefes de Estado e de Governo
Marcelo e Felipe VI trocaram camisolas
Fernando Gomes (FPF) e Luis Rubiales (RFEF)
Acordo com apoio ao mais alto nível. Com chefes de Estado e de Governo
"Vamos lutar para que o Campeonato do Mundo de 2030 possa acontecer na Península Ibérica", disse esta sexta-feira Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) na cerimónia que oficializou o projeto de organização conjunta (Portugal e Espanha) do Mundial de futebol que terá lugar daqui a nove anos.

O evento, que teve lugar no Estádio Wanda Metropolitano, em Madrid, pouco antes do início do jogo entre as seleções dos dois países ibéricos, contou a presença dos chefes de Estado e de Governo dos dois países. Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente de Portugal, e o rei Felipe VI, de Espanha, trocaram simbolicamente as camisolas nacionais das duas equipas com os respetivos nomes inscritos. No plano ‘executivo’, primeiros-ministros António Costa (Portugal) e Pedro Sánchez (Espanha) firmaram a declaração de apoio dos dois governos, fundamental para o sucesso da mesma.

Já o acordo de parceria foi assinado pelos presidentes das federações de futebol dos dois países, Fernando Gomes (FPF) e Luis Rubiales (RFEF).

"Os dois países estarão unidos a uma só voz, numa viagem que começa agora", frisou Fernando Gomes. O seu homólogo espanhol manifestou a intenção de enviar "mensagens a todas as federações para terem confiança na organização conjunta de Portugal e Espanha".

O Mundial de 2030 vai decorrer em ano de centenário desta competição. Os dois países ibéricos já sabem que nesta corrida terão de enfrentar a candidatura conjunta da Argentina e do Uruguai. Mas outras poderão ainda aparecer.

Presidente e rei viram o jogo juntos
Lado a lado, mas com o devido distanciamento físico, o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa e o rei Felipe VI assistiram ao jogo entre as seleções de Portugal e Espanha, realizado esta sexta-feira.

Cachecóis alusivos à parceria ibérica
Nas bancas de venda situadas nas redondezas do Estádio Wanda Metropolitano, em Madrid, já havia esta sexta-feira cachecóis alusivos à candidatura ibérica à organização do Mundial 2030.
Ver comentários