Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

"Durante 2 ou 3 dias não via bem": jogador Zivkovic sobre o apedrejamento ao autocarro do Benfica

Jogador sérvio Zivkovic prestou esta quinta-feira depoimento, por videoconferência a partir da Grécia, no julgamento dos 'No Name Boys'.
Miguel Curado 2 de Dezembro de 2021 às 12:11
Ataque a autocarro do clube causou ferimentos em Weigl e Zivkovic
Ataque a autocarro do clube causou ferimentos em Weigl e Zivkovic FOTO: DR

O jogador sérvio Zivkovic prestou esta quinta-feira depoimento, por videoconferência a partir da Grécia, no julgamento dos 'No Name Boys', em Sintra. O atual jogador do Olympiacos disse que estava no piso de cima do autocarro do Benfica ao lado de Weigl na altura do acidente.

Zivkovic disse que a equipa estava a regressar do jogo contra o Tondela e que, como estava escuro, não se apercebeu do local onde o autocarro estava nem de quem teria atirado a pedra que partiu o vidro frontal do autocarro.

"Durante 2 ou 3 dias não via bem", disse Zivkovic, após relatar que os estilhaços o atingiram nos olhos e que teve de usar uma gaze num dos olhos durante alguns dias.

Além do sérvio, testemunharam mais quatro pessoas. Uma delas é um adepto do Porto que pediu uma indemnização por ter sido espancado com violência em agosto de 2019 antes do jogo do Benfica-Porto.

Entre os acusados do processo estão os suspeitos de, na noite de 4 de junho, fazerem parte do grupo que atacou à pedrada o autocarro do Sport Lisboa e Benfica (SLB), a caminho do centro de estágio do clube, no Seixal, e que poucas horas depois vandalizou a residência do então treinador do clube, Bruno Laje, após o SLB ter empatado em casa com o Tondela, 0-0, em jogo da 25.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Sport Lisboa e Benfica Zivkovic Grécia No Name Boys SLB desporto Olympiacos Weigl futebol
Ver comentários