Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

"Fiquei perplexo": Rui Costa fala sobre detenção de Vieira e diz ter falado com ele "na véspera" de ser preso

Presidente do Benfica falou pela primeira vez após discurso de tomada de posse.
Correio da Manhã 29 de Julho de 2021 às 20:55
Rui Costa
Rui Costa FOTO: MIGUEL A. LOPES/ lusa
Rui Costa disse esta quinta-feira numa entrevista à TVI que ficou "perplexo" no dia em que Luís Filipe Vieira foi detido, já que tinha falado com ele na véspera, num "dia de trabalho normal no Seixal".

Esta trata-se da primeira vez que o presidente do Benfica presta declarações após o discurso de tomada de posse.

"Não houve intenção de exluir Luís Filipe Vieira, pretendíamos defender os interesses do Benfica", explica Rui Costa sobre ter feito o discurso de apresentação sem mencionar Vieira.

Rui Costa classificou a polémica com alegados negócios entre a empresa do filho e o Benfica como "uma canalhice", reiterando que a Footlab é uma empresa aberta ao público para diversos eventos.

"Não foi fácil assumir uma posição destas. O misto de emoções era tal que me causou dificuldade em expressar-me. Compreendo a reação de Luís Filipe Vieira, mas sei que ele sabe que não seria ingrato para com ele", disse sobre o discurso.

Já sobre ter assinado documentos suspeitos, Rui Costa responde: "Jamais posso pensar que estou a assinar alguma coisa que não seja legal".

"A minha missão é trazer de novo a estabilidade ao clube, preparar épocas desportivas (...) As eleições serão marcadas até ao final do ano", garantiu.
Rui Costa
Ver comentários