Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Ministério Público suspeita de crimes em mais de 15 negócios milionários do FC Porto

Em causa estão transferências de jogadores como Brahimi, Quaresma, Aboubakar e Mateus Uribe, entre outros.
30 de Novembro de 2021 às 14:02
Justiça
Justiça FOTO: Getty Images

As buscas realizadas pelo Ministério Público ao FC Porto, que correspondem à segunda parte da Operação Cartão Vermelho e a que foi chamada Operação Prolongamento, tiveram como objetivo a recolha de prova acerca de pelo menos 20 negócios milionários de jogadores. 

De acordo com o mandado de buscas ao FC Porto, a que a SÁBADO teve acesso, estas operações deveram-se às suspeitas de "esquemas de fraude que envolvem a montagem de justificações contratuais, designadamente referentes a serviços de intermediação de contratos desportivos e consultoria, para suportar a atribuição, pelo FC Porto e pela sua SAD, de vantagens indevidas ou não declaradas em sede fiscal, em benefício de pessoas físicas e de outras sociedades".  Entre 2013 e 2016, o MP suspeita dos negócios relacionados com Casemiro, Brahimi, Quaresma e Aboubakar. 

Leia a notícia completa na revista Sábado

FC Porto Ministério Público desporto futebol
Ver comentários