Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

MUNDIAL2002: EQUADOR E CROÁCIA ELIMINADOS

O Equador derrotou hoje a Croácia, por uma bola a zero, na terceira e última ronda do Grupo G da fase final do Campeonato do Mundo de Futebol. Apesar desta vitória, o Equador não conseguiu evitar o afastamento da prova, tal como a Croácia. As duas equipas totalizaram apenas três pontos, terminando nos dois últimos lugares do grupo. Passaram aos oitavos-de-final, o México e a Itália, que empataram hoje a uma bola, terminando, respectivamente, na primeira e segunda posições do grupo, com sete e quatro pontos.
13 de Junho de 2002 às 16:02
À partida para a última ronda do Grupo G, tudo podia acontecer, com todas as selecções com possibilidades matemáticas de seguir em frente para os oitavos-de-final, com a tarefa mais facilitada para o México, que liderava o grupo. Em pior situação, o Equador ainda não havia conquistado qualquer ponto. No caso dos croatas, para seguirem em frente, necessitavam de vencer o Equador por dois golos de diferença, atendendo à desvantagem de "goal average" face à Itália, que havia marcado mais um golo, apesar de ter perdido com a Croácia na segunda ronda.

Todavia, os croatas não entraram bem no jogo, com o Equador a tomar conta das operações nos momentos iniciais. Após alguns desacertos, a Croácia conseguiu reagir e empurrar, a pouco e pouco, o Equador para o seu meio-campo. Este ascendente croata não foi materializado em golos, com Alen Boksic a desperdiçar várias ocasiões para inaugurar o marcador. Ao intervalo, mantinha-se o nulo inicial e, para piorar as coisas, no início da segunda parte, aos 47 minutos, o Equador apontou o único golo da partida. Alex Aguinaga cruzou, da direita, para a área, onde Carlos Tenorio deixou a bola passar, permitindo a Edison Mendez rematar a contar.

Durante o resto da segunda parte repetiu-se a história do primeiro tempo, com a Croácia a tentar o tudo por tudo para chegar ao golo, mas sem conseguir chegar sequer ao empate. Como quem não marca, sofre, os croatas viram esfumar-se o sonho do apuramento, tanto mais que a Itália acabou por empatar com o México, a uma bola, e assegurar a passagem à fase seguinte. Quanto ao Equador, ficou com a satisfação de ter alcançado a sua primeira vitória em Mundiais.

FICHA

Árbitro: William Mattus (Costa Rical)
Local: Estádio de Yokohama (Japão)

EQUIPAS

EQUADOR

Jose F. Cevallos
Augusto Poroso
Ivan Hurtado
Ulises De La Cruz
Alfonso Obregon (Alex Aguinaga, 40m)
Raul Guerron
Agustin Delgado
Marlon Ayovi
Clever Chala (cartao amarelo, 86m)
Carlos Tenorio (Ivan Kaviedes, 76m)
Edison Mendez (golo, 47m)

Seleccionador: Hernan Dario Gomez

CROÁCIA

Stipe Pletikosa
Josip Simunic (cartão amarelo, 90m)
Stjepan Tomas (cartão amarelo, 72m)
Milan Rapaic
Nico Kovac (Jurica Vranjes, 59m)
Alen Boksic
Danijel Saric (Mario Stanic, 68m)
Robert Jarni
Ivica Olic
Dario Simic (Davor Vugrinec, 52m)
Robert Kovac

Seleccionador: Mirko Jozic

GRUPO G

RESULTADOS

Equador-Croácia, 1-0
México-Itália, 1-1
México-Equador, 2-1
Itália-Croácia, 1-2
Itália-Equador, 2-0
Croácia-México, 0-1

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1.º, México – 7 pontos
2.º, Itália – 4
3.º, Croácia – 3
4.º, Equador – 3

SELECÇÕES APURADAS

México
Itália
Ver comentários