Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Segurança atingida por bolada de Ronaldo admite que não gostava do craque

Jogador português e segurança brasileira tiveram discussão há cinco anos.
Correio da Manhã 16 de Setembro de 2021 às 13:18
A carregar o vídeo ...
Um steward ficou em dificuldades após levar com uma bola rematada pelo português Cristiano Ronaldo, que não escondeu a preocupação e saltou a barreira de segurança para ir ver como estava o segurança.
Marisa Nobile é a segurança que foi atingida por uma bolada de Cristiano Ronaldo durante o jogo entre o Manchester United e a equipa suíça Young Boys. A segurança brasileira admitiu que não gostava de Ronaldo, no entanto, a partir do momento em que foi atingida pela bola ficou rendida ao craque português.

Logo após ter magoado Marisa, Ronaldo foi tentar perceber o estado de saúde da segurança e ofereceu-lhe aquela que é a camisola mais cobiçada do mundo.

A segurança contou ao Globoesporte que teve um bate-boca com CR7 há cinco anos, quando o craque jogava no Real Madrid. Marisa Nobile não gostava dele desde esse momento. 

"Quando ele jogava no Real Madrid eu acabei a insultá-lo. Não sabia ao certo quem ele era e quando terminou o jogo, connosco há oito horas no estádio e a querermos ir embora, ele foi correr de novo e fazer exercícios no relvado. Não ia embora! E eu falei: 'Vai terminar ou não? Aqui é a Suíça, querido! E ele mandou-me para aquele lugar. Que cara grosso, nossa", explicou ao desportivo. 

A preocupação do jogador no incidente de terça-feira conquistou a segurança que, confessou ter vontade de se desculpar pela anterior discussão. "Ele estava a segurar a minha mão, a fazer-me carinhos no rosto e só me perguntava: 'Você está bem, está bem, está bem?!' ", disse.

"Agora sou a Ronaldete número 1", acrescentou ainda. 
Marisa Nobile Cristiano Ronaldo Manchester United Young Boys Real Madrid desporto futebol
Ver comentários