Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Sporting lamenta morte de "sportinguista de sempre e democrata permanente"

Clube endereça ainda a familiares e amigos, "as mais sentidas condolências".
Lusa 10 de Setembro de 2021 às 11:27
Estádio José Alvalade
Estádio José Alvalade FOTO: Direitos Reservados
O Sporting lamentou a morte do antigo Presidente da República Jorge Sampaio, esta sexta-feira, aos 81 anos, recordando-o como um "sportinguista de sempre e um democrata permanente".

"O Sporting Clube de Portugal manifesta o seu pesar pela morte de Jorge Sampaio, antigo Presidente da República, que faleceu, nesta sexta-feira, aos 81 anos. Jorge Sampaio, sócio n.º 3.109 do Sporting, será eternamente recordado como um sportinguista de sempre e um democrata permanente", lê-se na nota de condolências dos 'leões'.

O clube endereça ainda a familiares e amigos, "as mais sentidas condolências, não deixando de enaltecer e agradecer os anos de dedicação e devoção ao clube".

Jorge Sampaio, que foi Presidente da República durante dois mandatos, entre 1996 e 2006, morreu hoje, no Hospital de Santa Cruz, em Lisboa, onde estava internado desde 27 de agosto, devido a dificuldades respiratórias.

Após a passagem por Belém, foi nomeado em 2006 pelo secretário-geral da ONU enviado especial para a Luta contra a tuberculose e, entre 2007 e 2013, foi alto representante da ONU para a Aliança das Civilizações. Atualmente, presidia à Plataforma Global para os Estudantes Sírios, fundada por si em 2013.

Jorge Sampaio foi secretário-geral do PS, entre 1989 e 1991, tendo liderado a Câmara Municipal de Lisboa entre 1989 e 1995.

Sporting Clube de Portugal Jorge Sampaio desporto futebol questões sociais morte
Ver comentários