Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Valbuena admitiu ter ficado "assustado" e "em perigo" com chantagem por vídeo sexual

"Este caso tem seis anos, estamos cá todos ou quase, pois falta o Karim", lamentou o atleta dos gregos do Olympiacos.
Lusa 20 de Outubro de 2021 às 18:32
Mathieu Valbuena (D) à saída do tribunal
Mathieu Valbuena (D) à saída do tribunal FOTO: EPA/IAN LANGSDON
O futebolista internacional francês Mathieu Valbuena admitiu esta quarta-feira ter-se sentido "assustado, transtornado e em perigo" na tentativa de chantagem de que terá sido alvo, com a cumplicidade do seu colega Karim Benzema, que faltou ao início do julgamento.

"Este caso tem seis anos, estamos cá todos ou quase, pois falta o Karim", lamentou o atleta dos gregos do Olympiacos, que destacou a implicação do caso, ocorrido num estágio da seleção gaulesa em outubro de 2015, na sua carreira, que nunca mais passou pela chamada aos 'bleus'.

A conversa que deixou Valbuena "assustado" e "chateado" terá acontecido no centro de treinos de Clairefontaine, com Benzema, que não terá sido agressivo nem falado em dinheiro, a insistir que Valbuena conhecesse alguém, para falar sobre um vídeo íntimo do atleta.

"Somos companheiros de equipa na seleção francesa, o 'Santo Graal' dos jogadores de futebol, e nunca pensei que poderíamos ter chegado a este ponto. Temia pela minha carreira desportiva, pela seleção da França. Sabia que se o vídeo saísse seria complicado para mim na seleção francesa, como se viu mais tarde", queixou-se.

Benzema, que incorre numa pena de cinco anos de prisão e 75.000 euros de multa, não compareceu em tribunal.

O seu advogado alegou "motivos profissionais", justificando-o com o facto de ter jogado na Ucrânia na terça-feira à noite, para a Liga dos Campeões, e de ter de preparar o 'clássico' espanhol com o Barcelona, no domingo.

"Durante cinco anos, [Benzema] proclamou que desejava um confronto com o meu cliente. Agora, espero que o tribunal tire as consequências desta ausência", retorquiu o advogado do queixoso, Paul-Albert Iweins.

Tudo terá começado quando Valbuena pediu a Axel Angot, residente em Marselha, para transferir artigos do seu telemóvel para um novo dispositivo, sendo que este encontrou imagens com conteúdo sexual, e, juntamente com Mustapha Zouaoui, teria ameaçado Valbuena de tornar o conteúdo público.

Para ter um intermediário, a dupla contactou Karim Zenati, amigo de infância de Benzema, atleta que posteriormente falou com Valbuena, tentando convencê-lo a falar com o seu conhecido - daí a vítima acreditar que o seu parceiro de seleção fazia parte do 'complot'.

Benzema é acusado de orientar o amigo sobre como este deveria negociar diretamente com Valbuena.

O jogador do Real Madrid, que ficou afastado da seleção desde 2015 até este ano, devido a este escândalo, garantiu, na altura, que apenas "queria ajudar um amigo sem causar dano a Valbuena".

Mathieu Valbuena Karim Benzema desporto futebol Olympiacos chantagem
Ver comentários