Barra Cofina

Correio da Manhã

Euro 2020

Turquia

Fique a saber tudo sobre a formação comandada por Senol Günes, que está no Grupo A.
4 de Junho de 2021 às 15:56
Fique a saber tudo sobre a formação comandada por Senol Günes, que está no Grupo A.
4 de Junho de 2021 às 15:56
Depois do 3º lugar em 2002, a Turquia não voltou a qualificar-se para um Mundial. Nos Europeus, chegou às meias-finais em 2008 e esteve presente no Euro'2016, onde se ficou pela fase de grupos. Com Senol Günes de regresso ao cargo de selecionador, a equipa passou por uma profunda renovação - dos 23 jogadores que estiveram em França, há cinco anos, só se mantêm três (Çalhanoglu, Ozan Tufan e Burak Yilmaz). Com muitos jovens de qualidade, o conjunto turco destaca-se pelo habitual espírito de luta, apresentando uma grande segurança defensiva (apenas três golos sofridos na qualificação) e promete ser um rival perigoso para qualquer seleção. É claramente candidata a passar à fase seguinte.

Em 2020, Burak Yilmaz não fez qualquer golo pela seleção mas o goleador do Lille parece atravessar agora um dos melhores fases da carreira. Peça fundamental na conquista do título francês (16 golos na Ligue 1 esta época), o veterano capitão turco é o claro líder da equipa e garantia de problemas para qualquer defesa adversária. Em março fez mesmo um hat trick frente à Holanda no apuramento para o Mundial'2022.






Em 2002 foi Senol Günes que comandou a seleção turca no Mundial, durante a sua primeira passagem pelo comando da equipa, entre 2000 e 2004. O regresso aconteceu em 2019 e carimbou o apuramento para o Europeu num grupo onde também estava a campeã mundial França, como quem não perdeu (venceu em Istambul por 2-0 e empatou a um golo em Paris). Natural de Trabzon e intimamente ligado ao clube local - foi campeão seis vezes como jogador pelo Trabzonspor e treinador da equipa em quatro períodos distintos -, Senol Günes tem agora a oportunidade de deixar marca numa fase final de Europeu depois de ter falhado o apuramento para a edição de 2004.






O avançado Cenk Tosun é uma baixa de vulto devido a lesão grave sofrida em abril, mas o ataque conta com o veterano Burak Yilmaz em grande forma. De resto, a equipa conta com muita juventude de qualidade, como Çelik, Demiral, Kabak, Yazici ou Ünder, sem esquecer nomes como Çalhanoglu ou Ozan Tufan.





A lesão grave sofrida por Cenk Tosun (rotura do tendão patelar do joelho direito, em abril), o melhor marcador da equipa na fase de apuramento (5 golos), deixou a equipa sem uma das principais armas ofensivas. Mas com o jovem Ünder e o veterano Yilmaz em grande forma esse problema acaba por ser minimizado, numa equipa compacta que vale mais pela segurança defensiva e a forma compacta como se apresenta em campo.





Se o 3º lugar do Mundial'2002 é o ponto alto da seleção turca, o melhor que conseguiu nos Europeus foi chegar às meias-finais, em 2008, quando caiu perante a Alemanha, depois batida pela Espanha na final. Esta é apenas a 5ª vez que participa numa fase final do torneio continental, não tendo passado da fase de grupos em 2016.


Integrada num complicado Grupo A, a Turquia arranca a sua aventura logo no dia inaugural da prova, defrontando em Roma a congénere da Itália, a 11 de junho. De Roma os turcos rumam a Baku, onde a 16 enfrentam o País de Gales e a 20 a Suíça. Se um resultado negativo diante da Itália não será problemático, falhar em algum dos encontros seguintes é quase proibido.


O antigo guardião Rüstü Reçber e o ex-goleador Hakan Sükür continuam sem rivais à altura, principalmente depois de Arda Turan ter deixado de ir à seleção depois de chegar à 100ª internacionalização no Mundial'2018, com 31 anos. Da atual seleção, quem mais se aproxima do topo é o veterano Burak Yilmaz, mas nem ainda chegou aos 70 jogos.

1. Rüstü Reçber, 120 jogos
2. Hakan Sükür, 112
3. Bülent Korkmaz, 102 
4. Emre Belözoglu, 101 
5. Arda Turan, 100 
6. Tugay Kerimoglu, 94 
7. Alpay Özalan, 90 
8. Hamit Altintop, 82 
9. Mehmet Topal, 81 
10. Tuncay Sanli, 80

O lendário Hakan Sükür continua a ser um caso à parte nesta categoria, liderando destacado uma lista em que Burak Yilmaz já surge em 2º posto e com possibilidade de se aproximar mais do topo. De resto, Cenk Tosun e Arda Turan também seguem no ativo, embora o primeiro tenha sofrido uma grave lesão e o segundo não jogue pela seleção desde 2017.

1. Hakan Sükür, 51 golos
2. Burak Yilmaz, 28 
3. Tuncay Sanli, 22 
4. Lefter Küçükandonyadis, 21 
5. Nihat Kahveci, Cemil Turan e Metin Oktay, 19 
8. Cenk Tosun, 18 
9. Arda Turan, 17
10. Zeki Riza Sporel, 15
Nota: todos os dados presentes nesta página estão atualizados até dia 25 de maio de 2021.
Turquia Euro 2020