Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Abel Ferreira perde jogador por seis minutos devido a um piercing

Patrick de Paula protagonizou momento insólito, mas que não caiu bem.
Record 20 de Junho de 2021 às 20:26
O Palmeiras alcançou este domingo a terceira vitória em cinco jogos do Brasileirão, ao superar em casa o América Mineiro por 2-1, mas a partida ficou essencialmente marcada por um momento insólito ocorrido ainda na primeira parte. Tudo por causa do piercing de Patrick de Paula. Com o marcador ainda em 0-0, o médio do verdão foi obrigado a sair de campo para remover o adereço, algo que deixou o Palmeiras reduzido a dez elementos por seis minutos e Abel Ferreira... à beira de um ataque de nervos. E uma coisa é já garantida: o médio vai ser castigado... como se fosse filho do técnico português.

"Já disse isto aqui: trato os meus jogadores exatamente da mesma maneira que trato as minhas filhas. A mais velha, quando não dou o que ela quer, diz que sou o pior pai do mundo e a mais nova igual. E há vezes em que dizem que sou o melhor pai do mundo. O Patrick é um jogador que tem uma qualidade técnica muito acima da média, mas temos de andar sempre a 'puxar-lhe as orelhas'. Posso confessar que quando estudava, um professor me puxava muito as orelhas, porque fazia muitas asneiras e fui aprendendo. Mas esses puxões de orelhas são feitos em casa. Não gosto de castigar as minhas filhas à frente dos outros. É isso que vai acontecer ao Patrick", confessou.

Já sobre o encontro, o luso lamentou a má entrada da sua equipa apesar da vitória. "Os dados estatísticos demonstram bem o quanto entramos concentrados no jogo. O nosso adversário, na primeira parte, conseguiu aproveitar nossa falta de foco e concentração nas tarefas, e tenho que admitir que demos 45 minutos de vantagem ao nosso adversário", frisou.

O filme do jogo
Quanto à partida, que valeu 3 pontos ao conjunto de São Paulo... foi tudo menos fácil. O América Mineiro marcou primeiro, aos 38' por Geovane, o Palmeiras respondeu de imediato por Willian, aos 39', mas apenas conseguiu completar a reviravolta já no sexto (!) minuto de compensação, por intermédio do mesmo Willian. Contas feitas, o Palmeiras chega aos 10 pontos, de momento no terceiro posto, a 1 do RB Bragantino, mas à mercê da ultrapassagem de equipas que o perseguem e que têm partidas em atraso.
Patrick de Paula Abel Ferreira Palmeiras América Mineiro Willian desporto futebol
Ver comentários