Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

“Abraços e beijinhos? Quero é golos”, afirma Sérgio Conceição sobre FC Porto

Treinador dos dragões rejeita haver divisão entre a equipa após os festejos isolados de Wendell, Vitinha e Fábio Vieira.
Paulo Jorge Duarte 24 de Setembro de 2021 às 01:30
Sérgio Conceição
Pepe e Coates durante o clássico
Sérgio Conceição
Pepe e Coates durante o clássico
Sérgio Conceição
Pepe e Coates durante o clássico
"Os abraços e os beijinhos não me interessam, interessa-me que a equipa faça golo. Depois, como festejam é pouco importante para mim." Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, desvalorizou esta quinta-feira os festejos - isolados dos restantes colegas - de Wendell, Fábio Vieira e Vitinha, num dos golos de Medhi Taremi, na vitória dos dragões por 5-0, em casa, sobre o Moreirense.

O treinador portista afastou, assim, durante a antevisão da deslocação do FC Porto ao terreno do Gil Vicente, a possibilidade de existirem divisões entre os jogadores. Já em relação à partida no recinto dos gilistas, afirmou: "É talvez uma das deslocações mais difíceis que vamos ter no campeonato, são três pontos necessários para a nossa caminhada, até porque já perdemos pontos e não nos queremos distanciar do lugar que ambicionamos, que é o primeiro."

"O Gil Vicente é uma equipa consistente, está entre as cinco equipas com mais posse de bola. É uma equipa interessante, consistente e organizada, Não é fácil jogar contra as equipas de Ricardo Soares", acrescentou Conceição.

Confrontado com o facto de, até à 6ª jornada, o FC Porto apenas ter sofrido três golos, tantos como o Sporting e o Benfica, o técnico adiantou: "É sempre importante a equipa não sofrer golos, temos de estar concentrados no nosso processo defensivo, perceber qual é a equipa que está do outro lado, que jogadores e que características do lado do Gil Vicente é que nos podem criar problemas. Estarmos atentos nos esquemas táticos e sermos uma equipa forte, essa é a base para se ganhar, sem dúvida", rematou Conceição, admitindo que o jogador jovem "é um pouco menos focado no geral do que era há uns anos". "É a minha obrigação e dever fazê-los crescer", salientou.

Federação instaura processo a Pepe
O Conselho de Disciplina da FPF instaurou um processo disciplinar a Pepe. Em causa a participação feita pelo Sporting pela agressão do jogador dos dragões a Coates no clássico do passado dia 11.
Ver comentários