Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Árbitro Hélder Malheiro castigado com duas semanas sem apitar

Lance mal ajuizado dá vitória ao Gil Vicente sobre Boavista.
Pedro Prata 7 de Fevereiro de 2021 às 10:03
Árbitro Hélder Malheiro
Árbitro Hélder Malheiro FOTO: Manuel Araújo
O árbitro Hélder Malheiro foi este sábado castigado, depois de um erro cometido sexta-feira ao validar o golo que deu a vitória (2-1) ao Gil Vicente sobre o Boavista, no Bessa, apurou o Correio da Manhã.

O erro do juiz da partida foi considerado grave, porque teve influência no resultado, o que faz com que Hélder Malheiro fique sem apitar nas próximas duas semanas. O videoárbitro, Rui Oliveira, terá alertado o árbitro de Lisboa para um empurrão de Pedro Marques a Devenish na jogada do segundo golo dos gilistas, apontado por Yves Baraye (86’). Contudo, Malheiro manteve a sua decisão após visualizar as imagens.

Esta situação causou desagrado junto do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, que decidiu retirar o árbitro do encontro deste domingo (17h00) em casa do Farense frente ao Moreirense, para o qual já estava nomeado - foi substituído por Iancu Vasilica.

Logo na sexta-feira, Vítor Murta, presidente do Boavista, já tinha criticado o juiz de Lisboa: “Sei que vou ser castigado, mas chegou a altura de pôr o dedo na ferida. O Gil Vicente não tem culpa, mas está aos olhos de todos que o segundo golo do Gil Vicente é precedido de falta. O VAR viu isso. Chamou o árbitro, que fez ouvidos moucos e olhos de cego.”

Devido a estas declarações, a associação Portuguesa de Árbitros vai apresentar queixa-crime contra Murta.
árbitro Hélder Malheiro Gil Vicente Boavista Bessa Vítor Murta desporto futebol
Ver comentários