Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Borrego não foi tenro: Sporting sofre para vencer Famalicão

Ugarte e Nuno Santos fizeram o 2-0. Famalicão ainda reduziu e teve um golo anulado nos descontos.
Sérgio Pereira Cardoso 27 de Outubro de 2021 às 01:30
Ugarte foi titular frente à antiga equipa e marcou o primeiro golo pelos leões
Ugarte foi titular frente à antiga equipa e marcou o primeiro golo pelos leões FOTO: Lusa
Rúben Amorim conseguiu vencer pela primeira vez o Famalicão desde que está em Alvalade, mas o borrego revelou-se bem duro de roer. Ugarte marcou o 1-0 e Nuno Santos ampliou, só que Heriberto ainda teve tempo para lançar o pânico em Alvalade. Nos descontos, o 2-2 foi anulado, e bem, por fora de jogo.

Apesar das várias mexidas no onze titular, o Sporting entrou cheio de gás e começou por resolver logo aos 8 minutos. Cruzamento da esquerda, corte dos famalicenses para a entrada da área e Ugarte com um disparo feliz do meio da rua - a bola sofre um desvio em Pickel e estava feito o 1-0. O uruguaio não festejou o golo à antiga equipa.

A velocidade furiosa do leão esbarrou em... Mota no minuto seguinte. Penetra tem o braço estendido quando contacta com a bola após cruzamento de Sarabia. Sem VAR, sem penálti.

Durante a primeira parte, o controlo foi total dos homens de Alvalade, que, contudo, apenas viriam a ter mais uma oportunidade, numa cabeçada de Sarabia para defesa de Luiz Júnior. Ora, no lado contrário, o Famalicão tem queixas próprias do pouco que criou, mas também do árbitro, já que há empurrão para penálti de Matheus Nunes num livre dos minhotos.

O ‘Fama’ mexeu ao intervalo e até assustou, embora ao de leve. É que o leão, quando atacou, foi para matar. Aos 61’, bela combinação na direita, com Sarabia a rematar para defesa incompleta de Luiz Júnior. Nuno Santos ficou com a sobra. 2-0.

Parecia resolvido. Parecia, sublinhe-se. Heriberto marcou o 2-1 também numa recarga e ainda houve, momentaneamente, empate, logo anulado por fora de jogo. Susto mesmo a acabar em Alvalade.

Análise ao jogo
Positivo :Ugarte e um verde celeste
Desbloqueios uruguaios em Alvalade. Depois de Coates ter sido decisivo com Besiktas e Moreirense, foi o também internacional celeste Ugarte a começar a resolver o jogo desta terça-feira. Leão de Rúben Amorim mantém-se invicto nas provas internas.

Negativo:Descontrolo no final
Parecia tudo resolvido em Alvalade, quando o Sporting se distraiu e perdeu o controlo da partida, já na reta final. O golo de Heriberto lançou o pânico na defesa leonina, que ainda sofreu o empate, embora num lance bem ajuizado por fora de jogo.

Arbitragem: Penáltis por marcar
Mal ao não assinalar penálti por mão de Penetra aos 9’. Menos claro o lance em que parece também ficar um penálti por marcar a favor do Famalicão, por empurrão de Matheus Nunes. O golo anulado no 2-2 é bem decidido, por fora de jogo.

Leão só precisa de um empate no último jogo
Com a vitória de terça-feira, o Sporting apenas precisa de um empate, na última jornada com o Penafiel, para seguir para as meias-finais da Taça da Liga. O Penafiel apura-se caso vença os leões por cinco golos de diferença.
Ver comentários