Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Bruno Fernandes ainda adiantou United, mas Jota abriu caminho para vitória do Liverpool

Encontro em Old Trafford ficou marcado pelos protestos de centenas de adeptos dos 'red devils' nas imediações do estádio.
Lusa 14 de Maio de 2021 às 00:22
Bruno Fernandes ainda adiantou United, mas Jota abriu caminho para vitória do Liverpool
Bruno Fernandes ainda adiantou United, mas Jota abriu caminho para vitória do Liverpool
Bruno Fernandes ainda adiantou United, mas Jota abriu caminho para vitória do Liverpool
Bruno Fernandes ainda adiantou United, mas Jota abriu caminho para vitória do Liverpool
Bruno Fernandes ainda adiantou United, mas Jota abriu caminho para vitória do Liverpool
Bruno Fernandes ainda adiantou United, mas Jota abriu caminho para vitória do Liverpool
Bruno Fernandes ainda adiantou United, mas Jota abriu caminho para vitória do Liverpool
Bruno Fernandes ainda adiantou United, mas Jota abriu caminho para vitória do Liverpool
Bruno Fernandes ainda adiantou United, mas Jota abriu caminho para vitória do Liverpool
O Liverpool venceu esta quinta-feira o Manchester United com reviravolta (4-2) iniciada pelo português Diogo Jota, num encontro em atraso da 34.ª jornada da Liga inglesa de futebol, em que o compatriota Bruno Fernandes abriu o marcador.

Contudo, o encontro em Old Trafford ficou, mais uma vez, marcado pelos protestos de centenas de adeptos dos 'red devils' nas imediações do estádio, uma manifestação, desta vez, mais contida, e que tinha levado precisamente ao adiamento deste desafio há duas semanas.

Apesar dos golos lusos para cada lado, a grande figura da partida foi o brasileiro Roberto Firmino (45+3 e 47 minutos), autor do segundo e terceiro tentos, a acabar a primeira parte e a iniciar a segunda, já depois de Diogo Jota (34) ter iniciado a reviravolta, numa bela finalização de calcanhar.

Já com a entrada direta na Liga dos Campeões 'carimbada', os finalistas da presente edição da Liga Europa tiveram em Bruno Fernandes o autor do tento que abriu o 'ativo', aos 10 minutos, após ver o seu remate desviar em Nathaniel Philips e trair Alisson.

No segundo tempo, Jota podia ter bisado e terminado com as dúvidas, mas, de pé esquerdo, acertou em cheio no poste da baliza de Dean Henderson, que viu pouco depois Rashford (68) ser assistido por Edinson Cavani e encurtar distâncias, insuficientes face ao tento fatal de 'Mo' Salah (90).

Na atual edição da Premier League, apenas o Newcastle (29) e o despromovido West Bromwich (34) sofreram mais golos em casa do que os 'red devils' (27), que não perdiam com o Liverpool no seu reduto desde março de 2014.

Com esta vitória, o Liverpool continua a almejar um lugar na 'Champions', ao isolar-se no quinto posto, com 60 pontos, contra os 64 do quarto colocado Chelsea e 66 do terceiro Leicester, ambos com mais um jogo.

O United, com 70, somou o segundo desaire consecutivo, mas segue 'sozinho' na vice-liderança da Premier League já conquistada pelo rival Manchester City (80).

Mais cedo, no Villa Park, em Birmigham, Aston Villa e Everton ficaram-se pelo 'nulo' na partida em atraso da 19.ª ronda, em que o luso André Gomes saiu do banco de suplentes dos 'toffees', aos 67 minutos, para render o islandês Sigurdsson, enquanto o compatriota guarda-redes João Virgínia não foi utilizado por Carlo Ancelotti.

No lado dos 'villans', o internacional Jack Grealish, recuperado de lesão, voltou a ser opção para Dean Smith 13 jogos depois, mas não conseguiu ajudar a equipa a ascender ao 10.º lugar, mantendo o 11º, com 49. O Everton, oitavo, com 56, continua na luta por uma vaga que dê acesso às competições europeias em 2012/22.

Bruno Fernandes United Liverpool Diogo Jota Premier League Liga dos Campeões Manchester United desporto futebol
Ver comentários