Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Clássico Sporting - FC Porto decide ataque ao mercado

Leões e dragões podem alterar a estratégia previamente definida para a atual janela de transferências consoante o resultado do jogo de domingo.
João Moniz 4 de Janeiro de 2020 às 01:30
Bruno Fernandes e Marega são dois jogadores que Sporting e FC Porto, respetivamente, não admitem vender durante o mercado de janeiro
Bruno Fernandes e Marega são dois jogadores que Sporting e FC Porto, respetivamente, não admitem vender durante o mercado de janeiro FOTO: MoveNotícias
No clássico de domingo (17h30), em Alvalade, Sporting e FC Porto não disputam só três pontos. É também o futuro da época que está em causa, nomeadamente o ataque ao mercado de transferências, que pode ser afetado por um resultado negativo.

Nos leões, a prioridade da SAD é reforçar o setor atacante, dando concorrência a Luiz Phellype na posição de ponta de lança. Mas a perda de pontos com os dragões pode mudar tudo.

Nesse cenário, além do 1º lugar, também a 2ª posição (que dá acesso às eliminatórias da Champions e eventualmente aos milhões dessa prova) ficaria comprometida, inviabilizando qualquer investimento. Inclusive ativos com mercado como Luiz Phellype e Acuña poderiam ser vendidos em janeiro.

Tal como o Sporting, também o FC Porto está numa situação financeira complicada. Os portistas gastaram 59,7 milhões de euros em reforços esta época e precisam de jogar a próxima Champions para equilibrar as contas.

Como só o título de campeão dá acesso automático (a outra hipótese seria vencer a Liga Europa), os dragões não aceitam vender jogadores em janeiro para não perderem força na luta pelo 1º lugar. Um mau resultado em Alvalade pode deixar a liderança mais longe e, à cautela, tornar os portistas mais recetivos a propostas.

PSP limita entradas para evitar conflitos
A PSP vai "avaliar no momento" qualquer foco de instabilidade no Estádio de Alvalade e está preparada para tomar as medidas necessárias para evitar conflitos no clássico de domingo. Isso inclui limitar a entrada de adeptos do FC Porto ou mudá-los para outra bancada que não aquela para a qual compraram bilhete.

Em causa está um pacote de ingressos vendido pelos leões para os próximos três jogos em casa. O Sporting confirmou ao Correio da Manhã que foram vendidos 300 ‘packs’, alguns deles a adeptos do Benfica (o jogo com os encarnados, da 17ª jornada, a 17 de janeiro, é uma das partidas abrangidas pela promoção), que depois cederam a adeptos do FC Porto o bilhete relativo ao jogo de domingo.

Esta situação deixou as autoridades em alerta máximo, uma vez que potenciou a mistura de adeptos das duas equipas em várias bancadas, incluindo a central. Ao que o CM apurou, os agentes no estádio vão avaliar, caso a caso, se determinado adepto coloca a segurança do evento em causa.

Aqueles que se recusem a tirar adereços da equipa visitante ou a mudar de bancada, para uma zona previamente definida, verão o seu acesso ao estádio vetado.

A PSP espera 2500 adeptos do FC Porto, que serão acompanhados numa caixa de segurança. O dispositivo policial inclui toda a zona envolvente do estádio e a Baixa de Lisboa.

Dabbur é um desejo difícil de concretizar
O Sporting tem um perfil definido para o avançado a contratar em janeiro: jogador com provas dadas e que esteja recetivo a um empréstimo em virtude de estar a jogar pouco no atual clube. É o caso de Munas Dabbur. O dianteiro israelita (3 golos em 9 jogos) perdeu espaço no Sevilha com a chegada de Julen Lopetegui (nem foi convocado para o jogo de sexta-feira do clube espanhol), mas é um negócio difícil de concretizar devido ao elevado salário que aufere.

Sérgio com mercado
Sérgio Oliveira está a ser apontado ao Nottingham Forest, atual 4º classificado da II Liga inglesa. Também Alex Telles está a agitar o mercado, com o seu nome associado ao Chelsea. Sérgio Conceição conta com os dois jogadores.

Mais uma dívida que acaba em tribunal
A MGRA exige 335 mil euros ao Sporting por honorários em falta e por danos reputacionais (a sociedade de advogados foi criticada por Frederico Varandas após a auditoria ao clube). Esta ação surge após o pedido de insolvência da SAD leonina feito por um agente espanhol que exige 2,8 milhões.

Danilo está a ser poupado
Pelo segundo dia consecutivo, Danilo Pereira fez esta sexta-feira "treino integrado condicionado", revelou o FC Porto. Como o CM já tinha avançado, o médio portista vai ser poupado até domingo, dia do clássico com o Sporting, de modo a poder ser utilizado por Sérgio Conceição em Alvalade.

Adiantamento de mais 20 milhões de euros
Após ter falhado o acesso à Champions desta época, e para garantir liquidez, o FC Porto fechou um novo acordo com a Sagasta para receber uma verba relativa a direitos televisivos futuros. Em outubro foram adiantados 30 milhões de euros e agora em janeiro poderão ser cedidos outros 20 milhões.

PORMENORES
Dragão reforça equipa B
O FC Porto inscreveu esta sexta-feira Papalélé na Liga. O avançado, de 21 anos, internacional por Cabo Verde, foi contratado ao Mindelense em novembro e tem treinado na equipa B.

Luís Neto já treina
A grande novidade no treino de sexta-feira do Sporting foi a presença de Luís Neto, que fez trabalho condicionado no relvado, além de ginásio. O central está a recuperar da fratura na grelha costal, com pneumotórax, feita a 8 de dezembro na vitória (1-0) dos leões frente ao Moreirense (13ª jornada do campeonato).

Trânsito limitado
Devido ao jogo de domingo, prevê-se que o maior condicionamento do trânsito nas artérias circundantes ao estádio de Alvalade ocorra entre as 16h00 e as 17h00. A concentração dos adeptos portistas será feita na avenida Padre Cruz, entre as 15h00 e as 15h30.
Ver comentários