Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Coca-cola perde 4 mil milhões de dólares em bolsa após atitude de Cristiano Ronaldo

Gesto do português na conferência de imprensa teve repercussões nas ações da marca.
Record 15 de Junho de 2021 às 17:19
O gesto de Cristiano Ronaldo antes da conferência de imprensa de Portugal terá tido repercussões nas ações da Coca-Cola. O jogador afastou as duas garrafas do refrigerante e disse  "água", dando a entender que a água é mais saudável.

Segundo o jornal 'Marca', que analisou os dados da bolsa de Nova Iorque, o gesto do português teve repercussões negativas na marca.

O mercado abriu a meio da tarde na Europa com as ações a valerem 56,10 dólares, mas 30 minutos depois, quando Ronaldo e Fernando Santos deixaram a sala de imprensa, caíram para 55,22 dólares por ação.

Uma quebra de 1,6 por cento que, em termos económicos, representa perdas de 4 mil milhões de dólares. Ou seja, a Coca-Cola estava avaliada em 242 mil milhões de dólares e passou a valer 238.
Coca-cola Cristiano Ronaldo Portugal economia negócios e finanças economia negócios e finanças
Ver comentários