Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Cristiano Ronaldo trava Espírito Santo na liga inglesa

Português foi decisivo na vitória (3-0) que segura Solskjaer no Man. United e que agrava as críticas ao treinador do Tottenham.
João Moniz 31 de Outubro de 2021 às 10:27
Cristiano Ronaldo marcou um grande golo, com um remate em vólei, de ângulo muito fechado
Cristiano Ronaldo marcou um grande golo, com um remate em vólei, de ângulo muito fechado FOTO: Reuters
Cristiano Ronaldo encheu o balão de oxigénio de Ole Gunnar Solskjaer, com uma participação decisiva na vitória por 3-0 do Man. United no terreno do Tottenham. O golo e a assistência do avançado português contribuíram para o triunfo que agrava a crise do compatriota Nuno Espírito Santo no comando técnico dos londrinos.

Ao fim de quatro jornadas sem vencer na Liga inglesa, e depois de o líder Chelsea ter derrotado (3-0) horas antes o Newcastle, Solskjaer estava obrigado a vencer este sábado para não perder o comboio da frente. A equipa da casa foi mais perigosa na primeira parte, mas não teve a eficácia de CR7. A passe de Bruno Fernandes (a terceira assistência em dez jogos na prova), o craque português rematou em vólei, descaído sobre a direita e com pouco ângulo.

Os comandados de Espírito Santo tentaram reagir no segundo tempo, mas sem sucesso. Já depois de ter visto anulado por fora de jogo o que seria o bis no jogo, Ronaldo aproveitou uma transição rápida para isolar Cavani, que não falhou o 2-0.

Com o resultado sentenciado, Solskjaer aproveitou para dar descanso a Ronaldo (saiu aos 71’) e Bruno Fernandes (substituído aos 76’). Sem as duas estrelas em campo, o United ainda aumentou a vantagem (Rashford marcou aos 86’), deixando Espírito Santo ainda mais fragilizado com o resultado.

City e Liverpool escorregam
O City foi sábado surpreendido em Manchester pelo Crystal Palace. Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva foram titulares na derrota por 0-2. Um pouco melhor fez o Liverpool, também em casa. Os reds estiveram a vencer por 2-0, mas permitiram ao Brighton chegar ao empate (2-2). Diogo Jota ainda entrou aos 78’, mas não evitou a perda de dois pontos.

Outro português em evidência este sábado foi Nuno Tavares. O lateral jogou os 90 minutos no triunfo (2-0) do Arsenal em Leicester.
Ver comentários