Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Despesa sobe 150% para Estrela continuar a jogar no Estádio José Gomes

Decisão foi tomada na noite da passada segunda-feira, no decorrer de uma assembleia de credores.
Mário Pereira 8 de Setembro de 2021 às 08:25
Estádio José Gomes
Estádio José Gomes FOTO: Pedro Ferreira
O Estrela da Amadora, clube com grandes tradições na região de Lisboa e cuja equipa de futebol atualmente compete na II Liga, vai ter um aumento acrescido de custos, na ordem dos 150 por cento, para continuar a utilizar o Estádio José Gomes, na Reboleira, até final da temporada. A decisão foi tomada na noite da passada segunda-feira, no decorrer de uma assembleia de credores.

O estádio de futebol, onde também se situam as instalações da SAD foi colocado à venda em leilão em 2019 para abater parte das dívidas do Clube de Futebol Estrela da Amadora, que foi declarado insolvente em 2011, com dívidas acumuladas na ordem dos 36 milhões de euros.

Na reunião desta terça-feira, segundo informaram os responsáveis do clube tricolor (agora designado Clube Football Estrela da Amadora), “ficou definido ainda que o Administrador da Insolvência terá a incumbência de realizar um novo leilão da totalidade dos bens que compõem a massa insolvente e, caso a venda não se concretize, proceder-se-á à venda dos lotes em separado: Estádio e Bingo”.
Estrela Estádio José Gomes Amadora Lisboa II Liga Reboleira desporto futebol
Ver comentários