Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Duelo escaldante em Moscovo: Benfica otimista no ataque aos milhões da Champions

Jesus garante águia motivada no jogo desta quarta-feira frente ao Spartak Moscovo.
Daniel Lopes Monteiro 4 de Agosto de 2021 às 01:30
Jorge Jesus garante que  a sua equipa está preparada para este jogo
Jorge Jesus garante que a sua equipa está preparada para este jogo FOTO: Pedro Ferreira
Jorge Jesus foi a voz da ambição do Benfica, na véspera do confronto com o Spartak Moscovo, de Rui Vitória, a contar para a primeira mão da 3ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões. “Temos confiança e uma vontade muito forte de passar esta fase”, afirmou o técnico das águias.

É sabido que o jogo desta quarta-feira (18h00) em Moscovo é de capital importância para o Benfica. A nível desportivo, o clube quer marcar presença na elite do futebol europeu. A nível económico, a qualificação também é crucial, uma vez que a entrada na Champions garante uma almofada financeira importante (36,3 milhões de euros). É certo que ainda terá de ultrapassar os russos e disputar o play-off, mas Jorge Jesus sente a equipa preparada para subir este primeiro ‘degrau’. “O nosso crescimento será sempre jogo após jogo e este será o primeiro a sério. Queremos estar a um nível alto. Temos grande confiança na equipa e capacidade de fazer um jogo dentro do que temos vindo a fazer nestas cinco semanas”, disse, dissipando ainda todas as dúvidas quanto à formação tática. “Na pré-época, praticamente não trabalhámos com uma estrutura de três na defesa. É importante manter a estrutura que temos vindo a apresentar”, referiu o técnico, que olhou ainda para os avançados: “O Gonçalo Ramos e o Seferovic estão mais adaptados à equipa”.


Entre ambição e questões táticas, o duelo com Rui Vitória também marcou a antevisão. Porém, Jesus demonstra que as quezílias do passado estão sanadas. “Já passaram seis anos. Quem se vai defrontar aqui são duas equipas e não dois treinadores. Respeito o Spartak e a sua equipa técnica. Espero que sejam muito felizes, depois destes dois jogos”, disse o treinador.


João Mário quer ser "referência" no Benfica 
Ver comentários