Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

“Equipa é mais forte com Pote”: Rúben Amorim prepara jogo da Taça de Portugal no Restelo

Técnico diz que objetivo dos leões é vencer partida.
Sara Guterres 15 de Outubro de 2021 às 09:02
A carregar o vídeo ...
“Equipa é mais forte com Pote”: Rúben Amorim prepara jogo da Taça de Portugal no Restelo
Boas notícias para o Sporting: Pedro Gonçalves está apto e vai ser titular no jogo de hoje (20h45) frente ao Belenenses, na terceira eliminatória da Taça de Portugal. “A equipa não está dependente do Pedro Gonçalves, mas é mais forte com ele. Tem características únicas e vinha de um bom momento, a marcar muitos golos”, disse Rúben Amorim. O melhor marcador da Liga na época passada volta, assim, aos relvados, após uma paragem de mais de um mês (jogou pela última vez a 28 de agosto).

O dérbi lisboeta marcará o regresso de Amorim a uma casa que conhece bem enquanto jogador, mas o técnico assegura que, no Restelo, que volta a acolher um jogo grande, pretende garantir a passagem à próxima fase da prova: “É especial porque tenho muitas memórias do clube, do estádio. (...) O principal objetivo é ganhar o jogo e vamos apresentar uma equipa forte. Temos de igualar os níveis de todo o grupo. Vamos ter um mês sem folgas, com jogo atrás de jogo. Todos têm de estar preparados para vencer o Belenenses, bem como todos os jogos.”

Pela frente, o Sporting terá um adversário que joga no quarto escalão do futebol português, mas o técnico dos leões recusa facilitismos: “Temos o exemplo de há duas épocas com o Alverca, em que o Sporting foi eliminado [derrota por 0-2, ainda com Silas como treinador]. No ano seguinte, com o Sacavenense, o resultado foi completamente diferente [goleada dos leões por 7-1]. Depende mais de nós do que do adversário, sabendo que hoje em dia todas as equipas são bem orientadas.”

Na antevisão, Rúben Amorim foi ainda questionado sobre se é um treinador que cria ou imita. “Sou muito de tirar aquilo que há de melhor à volta. Todos os treinadores dão ideias uns aos outros. É um misto dos dois. Não me quero caracterizar de um lado ou do outro”, disse o treinador dos leões, a propósito das recentes declarações de Jorge Jesus (Benfica), que dividiu os treinadores em dois grupos - os que criam e os que copiam -, no decorrer da conferência Global Football Management.

"Prémio era eliminar o Sporting"
“O prémio dos prémios era eliminar o Sporting e passar à próxima fase. No ano passado, com a pandemia, estivemos impedidos de competir. Observámos muito este Sporting”, disse Nuno Oliveira, técnico do Belenenses, que hoje volta ao convívio dos grandes.
Belenenses Pote Rúben Amorim Rúben Amorim Sporting Pedro Gonçalves Restelo O desporto futebol
Ver comentários