Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

"Ganhar 5-0 ou empatar aqui era a mesma coisa": Fernando Santos fala em resultado positivo em Dublin

Treinador admitiu que gostava de ter ganhado na Irlanda mas sublinhou que o empate acaba por significar a mesma coisa que uma vitória.
Record 11 de Novembro de 2021 às 23:12
Fernando Santos admitiu que gostava de ter ganhado na Irlanda mas sublinhou que o empate (0-0) acabava por significar a mesma coisa que uma vitória, na medida em que com ambos os resultados bastaria sempre a Portugal uma igualdade na última jornada, diante da Sérvia, no domingo.

"Se fiquei feliz com o resultado? Naturalmente. Em termos de classificação, ganhar 5-0 ou empatar aqui era a mesma coisa. É claro que eu preferia ganhar 5-0, mas o resultado é positivo, a equipa da Sérvia tem de jogar no nosso estádio para ganhar o jogo. Obviamente que queriamos ganhar, não queriamos empatar, não foi para isso que aqui viemos. É um adversário muito agressivo e muito físico. Nunca conseguimos ligar o jogo. Tínhamos possibilidade para controlarmos o jogo com bola. Essa foi a principal questão para mim, fizemos apenas três ou quatro vezes na primeira parte. Na organização ofensiva, deixámos que eles criassem perigo. Os jogadores tentaram mas tivemos sempre dificuldades. Eles foram rápidos a encurtar espaços. Não conseguimos criar situações perto da baliza do adversário, na primeira parte fizemos três ou quatro vezes e até criámos algum frissom", começou por dizer à RTP3, manifestando confiança de que vai conseguir a qualificação: "Acredito que sim, estou convencido."

O selecionador nacional garantiu ainda que não poupou jogadores "por causa dos amarelos" e desdramatizou a ausência de Pepe contra a Sérvia, após a expulsão em Dublin: "Poupei porque nunca sabes se os jogadores estão condicionados ou não. Eu queria ter o Pepe para o jogo, mas vou dormir descansado. Vamos encontrar os jogadores certos. Não era uma questão de poupança. Mas no sentido emocional. Podia ter usado o Fonte hoje."

À Sport TV, voltou a abordar a questão do vermelho a Pepe: "Não vi os lances, não sei se são exagerados, o Pepe diz que foram exagerados. Aquela falta sobre o Danilo na primeira parte, que teve de levar pontos, não sei se não era vermelho direto, mas não vou discutir isso, não vale a pena. Temos de pensar no jogo da Sérvia. A gestão não foi feita por causa dos cartões amarelos. A análise não foi essa, não foi a minha análise. Pensei em utilizar o Fonte, o Rúben Dias e o Cancelo, por uma razao muito simples, estas equipas são sempre de futebol muito longo, passe profundo, muito choque. Em qualquer momento o jogador ou se esquece que tem amarelo e pode levar outro, ou não se esquece. Se não esquece, em muitos lances vai ter alguma cautela para não levar amarelo. Nunca sabemos como o subconsciente funciona. Foi a minha leitura."
Fernando Santos Irlanda Fonte Portugal Sérvia Pepe desporto futebol
Ver comentários