Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

João Henriques confia num Moreirense "coletivamente mais forte" diante do Braga

"A forma como conquistámos um ponto nos Açores veio dar-nos uma alma diferente ", vincou o técnico.
Lusa 19 de Agosto de 2021 às 14:33
João Henriques
João Henriques FOTO: Direitos Reservados
O treinador João Henriques disse esta quinta-feira acreditar numa exibição "coletivamente mais forte" dos futebolistas do Moreirense na receção ao Sporting de Braga, na sexta-feira, em encontro da terceira jornada da I Liga.

"A forma como conquistámos um ponto nos Açores veio dar-nos uma alma diferente e confiança ao grupo. É dessa forma que vamos entrar neste jogo, sabendo que o trabalho só se sustenta com pontos. Contudo, não estamos obcecados nem desesperados com qualquer tipo de resultado que possa condicionar algo. Sabemos o caminho que temos a percorrer e até onde queremos chegar", vincou o técnico, em conferência de imprensa.

Depois da derrota inaugural frente ao Benfica (2-1), os 'cónegos' empataram perto do fim na visita ao Santa Clara (2-2), com dois golos em inferioridade numérica, defrontando agora um adversário de "orgulho ferido" pela derrota com o campeão nacional Sporting.

"O Sporting de Braga está habituado a ganhar mais vezes do que a perder e a empatar e vai querer virar já isso. Será um jogo muito equilibrado nas ambições e desequilibrado pelas forças individuais e coletivas. Espero um oponente muito forte, que pode vencer qualquer equipa, luta pelos lugares cimeiros e tem uma ideia muito vincada, ao ponto de resultar em títulos. Estamos aqui para contrariar o favoritismo natural do Braga", notou.

Lembrando a goleada 'arsenalista' em Moreira de Cónegos em 2020/21 (4-0), com três golos em 22 minutos, João Henriques ambicionou que os vimaranenses "aprendam com os jogos que estão para trás", apesar de "cada campeonato e desafio ter a sua história".

"Fizemos dois jogos contra duas equipas muito boas e agora vamos encontrar mais um dos seis primeiros colocados da época passada. Isso faz com que tenhamos de crescer mais rápido com aqueles que estão disponíveis. Estamos limitados, mas nos vamos lamentar. Confiamos em todos os que temos, que estão cientes da importância de entrar bem, estar concentrados e, já que temos marcado golos, deixar de os sofrer", analisou.

Abdu Conté saiu do lote de lesionados do Moreirense, que ainda contempla Pedro Amador, Nikola Jambor, Galego e Walterson, enquanto o recém-chegado Paulinho vai colmatar a ausência de Rodrigo Conceição, expulso nos Açores, que cumpre castigo.

"É um reforço já esperado, que vem acrescentar e completará a lista de convocados. Se as baixas são difíceis para todas as equipas, mais complicado se torna para nós. Ainda não temos o plantel fechado, mas não é por isso que não vamos apresentar um 'onze' com qualidade, competitividade no jogo e muita confiança no nosso trabalho. Vamos crescendo a cada semana e sentimos que a equipa está mais competente", admitiu.

Instado a comentar a abordagem às duas semanas finais do mercado de transferências, João Henriques mostrou "receio e orgulho" pelo interesse veiculado em atletas minhotos, advertindo que as "entradas em posições específicas dependem de possíveis saídas".

O Moreirense, 13.º colocado, com um ponto, recebe o Sporting de Braga, sexto, com três, na sexta-feira, às 21h15, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos, em encontro da terceira jornada da I Liga, com arbitragem de Hélder Malheiro, da associação de Lisboa.

João Henriques Moreirense Braga I Liga Sporting Açores Moreira de Cónegos desporto futebol
Ver comentários