Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

"Sentes tesão por mim?”: Jogadoras do Rio Ave acusam ex-treinador de assédio sexual

Dizem ter sido alvo de ataques durante a época 20/21. Vítima relata ter sido pressionada para encontros e que recebeu várias mensagens.
Fátima Vilaça e Aureliana Gomes 30 de Setembro de 2022 às 01:30
A carregar o vídeo ...
"Sentes tesão por mim?”: Jogadoras do Rio Ave acusam ex-treinador de assédio sexual
"Sentes tesão por mim?”. Foi a última mensagem, das dezenas com cariz sexual, que Ana (nome fictício) recebeu do então treinador, Miguel Afonso. A jovem, agora com 21 anos, integrava a equipa sénior de futebol feminino do Rio Ave, na época 2020/21, e foi uma das vítimas do assédio sexual de que o técnico, de 40 anos, está a ser acusado. Miguel Afonso orienta agora a equipa feminina do Famalicão, que garante desconhecer qualquer queixa contra o técnico.

Ana recebeu a primeira mensagem “incómoda” no dia em que foi à entrevista para integrar o plantel. “Assim que saí, recebi uma mensagem a perguntar se era lésbica. Estava acompanhada da minha irmã e até senti vergonha”, conta, ao CM. “Durante semanas, insistiu com mensagens e telefonemas para termos encontros fora dos treinos, dizia sempre que tinha um corpo atraente”, relata ainda visivelmente incomodada. Lembra que a certa altura “começou a pedir que enviasse vídeos e fotografias porque gostava do meu desempenho em campo”.

A pressão sexual sobre Ana só terminou quando o namorado viu a última mensagem e confrontou pessoalmente o treinador, que reagiu dizendo que era “uma forma de deixar as jogadoras mais à vontade”, revela a jogadora.

Além desta jovem, há várias outras vítimas dentro do plantel do Rio Ave, orientadas por Miguel Afonso na época 2020/2021, todas com idades entre os 18 e os 20 anos.

Em comunicado, o Rio Ave diz nunca ter tido conhecimento do assédio às atletas e nega ter recebido qualquer queixa formal.

O clube sublinha, no entanto, que o técnico “foi confrontado e negou as acusações” e que “a pedido das atletas o assunto não teve seguimento”.

Treinador refuta as acusações
Miguel Afonso não quis prestar declarações à comunicação social, mas nas redes sociais refuta o alegado assédio. “Há algo estranho aqui”, escreveu o técnico que treinou as atletas que o acusam na época de 2020-21.

queixa conjunta das jogadoras na justiça
As jogadoras nunca formalizaram queixa na Justiça. Dizem ter reunido várias provas - como as mensagens enviadas pelo treinador - e não afastam a hipótese de avançar com uma queixa conjunta.

PORMENORES
Clube não renovou por ser conflituoso
Apesar dos bons resultados como técnico do Rio Ave, o clube não renovou com Miguel Afonso. “A gestão de grupo e as metodologias não eram consensuais e adequadas, não estando reunidas as condições para a continuidade do técnico”, diz o clube.

Sentiu-se prejudicada
Uma das atletas terá partilhado a situação com o irmão que confrontou o treinador. Diz que depois o técnico a prejudicou, não a convocando para o primeiro jogo oficial da temporada.

Treinou equipa esta quinta-feira
Miguel Afonso esteve esta quinta-feira de manhã em Famalicão. Tomou o pequeno-almoço com as atletas e deu o treino.

Processo disciplinar
O Conselho de Disciplina da FPF vai abrir um processo disciplinar ao treinador. Há punições específicas para estes casos.
Rio Ave Ana Miguel Afonso Famalicão desporto futebol
Ver comentários