Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Jogo decisivo para Portugal frente aos checos na Liga das Nações

Ganhar é quase obrigatório para manter equipa na corrida.
Mário Pereira 24 de Setembro de 2022 às 01:30
Ronaldo em ação no jogo da 1ª volta com a Rep. Checa
Ronaldo em ação no jogo da 1ª volta com a Rep. Checa FOTO: TIAGO PETINGA / lusa
A Seleção portuguesa joga este sábado cartada decisiva no Grupo A2 da Liga das Nações, em Praga, frente à República Checa. Caso a Espanha vença em casa a Suíça (este sábado, 19h45), Portugal não pode perder. Se empatar, está obrigado a vencer os espanhóis no último jogo (terça-feira, em Braga) para se qualificar para a fase final da prova.

No lançamento do jogo de este sábado, a renúncia de Rafa foi tema incontornável. Fernando Santos fugiu à polémica, mas revelou que o jogador do Benfica anunciou a sua despedida da Seleção a dois tempos. “Recebi a comunicação do Rafa que não estava disponível para integrar o estágio por razões pessoais e ao treinador compete respeitar aquilo que é a decisão. O que me comunicou a mim foi a pedir dispensa do estágio e depois comunicou à FPF a indisponibilidade para fazer parte da Seleção.”

Santos fez ainda saber que não chamou Gonçalo Ramos para o lugar de Rafa, mas sim para precaver a ausência de João Félix, que não será opção para este sábado, por problemas físicos. “Vamos ver se para o jogo da Espanha estará disponível”, observou.

Explicou porque não chamou outro jogador para o lugar do dispensado Pepe. “Tenho aqui três centrais, não vejo razão para chamar mais um.”

Sobre a declaração de continuidade de Ronaldo até 2024, atirou: “Não é nada que me cause estranheza.”

pormenores
Rúben Dias: “Preparados”
“A equipa está bem, está pronta e o cenário ideal era poder contar com todos. O Pepe teve de sair, mas, ainda assim, a equipa está forte e preparada”, disse o defesa-central Rúben Dias no lançamento do jogo deste sábado.

Cancelo cumpre castigo
João Cancelo não pode jogar este sábado por ter de cumprir um jogo de suspensão. Há sete jogadores em risco para o duelo com a Espanha, caso vejam cartões amarelos: Danilo, William, Matheus Nunes, Bernardo Silva, Bruno Fernandes, Leão e CR7.
Ver comentários