Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Leão só morde de penálti: Sporting com vitória sofrida frente ao Marítimo

Sporting ganha segundo jogo consecutivo para a Liga com um golo de grande penalidade. Equipa de Amorim foi sempre melhor.
Mário Figueiredo 25 de Setembro de 2021 às 01:30
Momento em que Paulo Victor faz falta sobre Jovane Cabral. penálti bem assinalado
Momento em que Paulo Victor faz falta sobre Jovane Cabral. penálti bem assinalado FOTO: Pedro Ferreira
Este leão é dominador, rosna muito, mas só morde de penálti. Este é o retrato dos dois últimos jogos. Foi assim com o Estoril (1-0), e na sexta-feira com o Marítimo, em Alvalade, com uma grande penalidade a castigar uma falta do guarda-redes Paulo Victor sobre Jovane, já no período de descontos.

O Sporting entrou bem no jogo. Amorim procedeu a apenas uma alteração com o regresso de Feddal. Teve mais bola e mais objetividade. Mérito também para o Marítimo, que não trouxe o autocarro para colocar à frente da baliza.

A equipa de Rúben Amorim trabalhou. Trabalhou muito. Criou situações de golo, mas também conseguiu desperdiçá-las. Nuno Santos... foi um santinho. Só na primeira parte teve duas ocasiões. Na primeira fez um chapéu ao guarda-redes, mas a bola saiu por cima após bater na trave. Na segunda ultrapassou Paulo Victor mas o remate de letra falhou o alvo.

Com a etapa complementar, voltou o desperdício de Nuno Santos, que rematou para as mãos do guarda-redes.

O tempo jogava contra os leões e motivava os insulares. Bem organizados a defender e aguerridos nos duelos. Rúben Amorim jogou os trunfos do banco, mas a equipa continuava sem poder de fogo. Mas aos poucos foi sufocando o Marítimo. Porro liderou essa guerra, com cruzamentos para a área e um remate ao poste. Adivinha-se o golo. Paulo Victor travou Jovane na área e Porro não perdoou no penálti. Estava feita justiça no marcador.

Ver comentários