Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Nélson Veríssimo ganhou único duelo com Rúben Amorim

Jogo aconteceu a 25 de julho de 2020 no Estádio da Luz.
Lusa 27 de Janeiro de 2022 às 08:59
Nélson Veríssimo
Nélson Veríssimo
O Benfica, de Nélson Veríssimo, venceu o Sporting, de Rúben Amorim, no único confronto entre os dois técnicos, a contar para a 34.ª e última jornada da edição 2019/20 da I Liga portuguesa de futebol.

No Estádio da Luz, em Lisboa, os 'leões' precisavam de pontuar para segurar o terceiro lugar, frente a um Benfica 'condenado' ao segundo, mas as 'águias' venceram por 2-1, resultado que colocou o Sporting de Braga no último lugar do pódio.

Em 25 de julho de 2020, num campeonato que acabou muito tarde devido à interrupção marcada pela pandemia da covid-19, o suíço Seferovic adiantou os 'encarnados', aos 28 minutos, mas, aos 69, o esloveno Sporar restabeleceu a igualdade.

O empate servia ao 'onze' de Rúben Amorim, só que, aos 88 minutos, o brasileiro Vinícius, que tinha sido lançado aos 66, selou o triunfo do Benfica, num tento inicialmente anulado, por fora de jogo, que o videoárbitro (VAR) corrigiu.

Nélson Veríssimo, que havia substituído Bruno Lage após a 29.ª jornada, superou, assim, Rúben Amorim, o quarto treinador do Sporting em 2019/20, depois do holandês Marcel Keizer, do interino Leonel Pontes e de Jorge Silas.

O atual técnico do Benfica, novamente investido com a época a decorrer, desta vez para substituir Jorge Jesus, não conta mais nenhum confronto com o Sporting ou Rúben Amorim, que, por seu lado, tem vantagem no total dos cinco confrontos com as 'águias'.

Amorim já venceu por três vezes o clube em que jogou durante seis épocas e só perdeu duas.

O último triunfo aconteceu já na presente temporada, na ronda 16 da I Liga, em 03 de dezembro de 2021, dia em que o Sporting venceu na Luz por 3-1, com tentos de Sarabia (08 minutos), Paulinho (62) e Matheus Nunes (69), contra um de Pizzi (90+6).

Pelos 'leões', Amorim também tinha triunfado uma vez na época passada, por 1-0, em 01 de fevereiro de 2021, na 16.ª jornada da I Liga, graças a um golo de Matheus Nunes em período de descontos, mais precisamente aos 90+2 minutos.

A outra vitória aconteceu pelo Sporting de Braga, que, na ronda 21 da I Liga 2019/20, em 15 de fevereiro de 2020, venceu na Luz por 1-0, graças a um golo nos descontos da primeira parte, apontado por Palhinha, de cabeça, após um canto.

Os agora 'leões' Amorim e Palhinha fizeram história, pois tratou-se da primeira vitória bracarense na Luz para o campeonato desde a longínqua temporada de 1954/55 -- então, em 24 de outubro de 1954, o 'herói' do 0-1 tinha sido Imbeloni.

Na Luz, o atual técnico do Sporting venceu em duas ocasiões, e perdeu noutras tantas, ambas já ao comando dos 'leões', a primeira no único duelo com Nélson Veríssimo.

Depois, em 2020/21, o Sporting entrou campeão na Luz, na 33.ª e penúltima ronda, mas precisava de pontuar para manter a invencibilidade, o que não conseguiu, ao perder por 4-3.

Seferovic, aos 12 e 49 minutos, o segundo de penálti, Pizzi, aos 29, e Lucas Veríssimo, aos 37, escreveram a única derrota na prova dos 'leões', pelos quais marcaram Pedro Gonçalves, aos 45+1 e 77, o último de grande penalidade, e Nuno Santos, aos 62.

O Benfica, de Nélson Veríssimo, e o Sporting, de Rúben Amorim, defrontam-se no sábado, a partir das 19:45, no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, na final da 15.ª edição da Taça da Liga em futebol.

Ver comentários