Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Pepa quer Vitória "igual a si próprio" para atingir 'final four' da Taça da Liga

"As expectativas são altas", disse o técnico que tem como objetivo derrotar o Benfica, na quarta-feira.
Lusa 26 de Outubro de 2021 às 13:25
Pepa apresentado no Vitória de Guimarães
Pepa apresentado no Vitória de Guimarães FOTO: Jose Gageiro
O treinador do Vitória de Guimarães, Pepa, afirmou esta terça-feira que a equipa minhota precisa de ser "igual a si própria" para derrotar o Benfica, na quarta-feira, e atingir a fase final da Taça da Liga de futebol.

Líderes do Grupo A da terceira fase da competição, após o triunfo sobre o Sporting da Covilhã (2-0) no único jogo disputado, os vimaranenses 'carimbam' o acesso à 'final four' que se disputa em Leiria, de 25 a 29 de janeiro, caso derrotem os 'encarnados', algo que o seu técnico deseja e considera possível.

"As expectativas são altas. É uma competição da qual não nos escondemos desde o primeiro dia, com o Leixões [triunfo por 4-1]. Depois de estar na fase de grupos, queríamos depender só de nós para a 'final four'. O resultado que nos interessa é a vitória. Temos esse 'sonho' e mantemos a fasquia lá em cima. No último jogo, fomos inferiores ao Benfica [derrota por 3-1]. No melhor de nós, é possível vencer e jogar bem", disse, na antevisão ao encontro marcado para as 19h30, em Guimarães.

Para corrigir o desfecho do embate de 25 de setembro, para o campeonato (triunfo das 'águias' por 3-1), Pepa frisou que os seus pupilos devem ser "iguais a si próprios" perante um adversário que dispensa "apresentações", independentemente da "frequência de jogos" a que se tem sujeitado, com os jogos da Liga dos Campeões, frente a Bayern de Munique, na quarta-feira (derrota por 4-0), e ao Vizela, para a I Liga, no domingo (triunfo por 1-0).

"O que temos de fazer diferente é fazer igual. Essa é a chave: jogarmos iguais a nós próprios. Se quisermos ter protagonismo e bola e soubermos sofrer, estaremos mais próximos de vencer, sem fantasmas do nosso historial recente frente ao Benfica. O grupo quer muito aproveitar esta oportunidade de chegar à 'final four' e acredito muito que o vamos conseguir", vincou.

Sem qualquer triunfo caseiro sobre o Benfica desde 20 de fevereiro de 2012, quando um golo de Marcelo Toscano garantiu então os três pontos para a I Liga (1-0), o Vitória quer apresentar "volume ofensivo" e "presença na área", mas com maior "frieza" na hora de rematar face a jogos recentes, disse ainda o técnico.

"Se me dessem a escolher ir só uma vez à outra baliza com a garantia de que dava golo, até preferia, mas queremos ir lá muitas vezes. É preciso saber encostar dentro da baliza. Torna-se frustrante em alguns momentos ir lá muitas vezes e não termos o 'sumo' que merecíamos", esclareceu.

Com o lateral esquerdo Rafa Soares ainda indisponível por lesão, o 'timoneiro' avisou também que a sua equipa só pode ser "competente" se se focar totalmente no jogo de quarta-feira, abstraindo-se para já do próximo compromisso para o campeonato, frente ao Sporting, em Lisboa, a partir das 21h15 de sábado.

O Vitória de Guimarães, primeiro classificado do Grupo A da terceira fase da Taça da Liga, com três pontos, recebe o o Benfica, segundo, ainda sem qualquer jogo, numa partida agendada para as 19h30 de quarta-feira, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Ver comentários