Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Real Madrid e Chelsea empatam em jogo da Liga dos Campeões e deixam eliminatória em aberto

Debaixo de forte chuva no Estádio Alfredo Di Stéfano, em Madrid, o 'carrasco' do FC Porto nos 'quartos' entrou em campo aguerrido.
Lusa 27 de Abril de 2021 às 23:49
Real Madrid e Chelsea empatam em jogo da Liga dos Campeões
Real Madrid e Chelsea empatam em jogo da Liga dos Campeões
Real Madrid e Chelsea empatam em jogo da Liga dos Campeões
Real Madrid e Chelsea empatam em jogo da Liga dos Campeões
Real Madrid e Chelsea empatam em jogo da Liga dos Campeões
Real Madrid e Chelsea empatam em jogo da Liga dos Campeões
Real Madrid e Chelsea empatam em jogo da Liga dos Campeões
Real Madrid e Chelsea empatam em jogo da Liga dos Campeões
Real Madrid e Chelsea empatam em jogo da Liga dos Campeões
Real Madrid e Chelsea empatam em jogo da Liga dos Campeões
Real Madrid e Chelsea empatam em jogo da Liga dos Campeões
Real Madrid e Chelsea empatam em jogo da Liga dos Campeões
Real Madrid e Chelsea empataram esta terça-feira 1-1, no jogo da primeira mão das meias-finais da Liga dos Campeões de futebol, em que os ingleses foram superiores e estiveram mais perto de sair com a vitória de Madrid.

Debaixo de forte chuva no Estádio Alfredo Di Stéfano, em Madrid, o 'carrasco' do FC Porto nos 'quartos' entrou em campo aguerrido, dominante e mais determinado em marcar golos, que o colocassem numa posição favorável para a derradeira segunda mão, em Londres, na próxima semana.

O falhanço do avançado Timo Werner na 'cara' de Courtois, logo aos 10 minutos, indicou o que iria acontecer pouco depois, mas pelos pés de outro interveniente, o avançado Christian Pulisic, que se tornou no primeiro futebolista norte-americano e o mais novo de sempre dos 'blues' a marcar numa meia-final da prova.

Uma bola 'bombeada' pelo central Antonio Rudiger foi recebida já dentro da grande área por Pulisic, que, desta vez, foi egoísta e não voltou a passar ao desmarcado Werner, preferindo contemporizar e contornar o guardião dos merengues para abrir o marcador, aos 14 minutos.

O treinador Thomas Tuchel tinha motivos para sorrir, ao ver a equipa a dominar jogo e em busca do segundo golo, mas do outro lado estava o campeão europeu em 13 ocasiões, levado 'às costas' pelo experiente avançado Karim Benzema, autor do tento da igualdade.

O francês já tinha dado o aviso ao enviar uma bola ao poste, num belo remate de pé esquerdo, e, quando voltou a ter espaço, não deu hipóteses a Mendy, que nada pôde fazer para impedir o 'fuzilamento' dentro de área, após ser assistido de cabeça pelo ex-FC Porto Eder Militão.

Aos 29 minutos, Benzema anotou o seu 71.º golo na 'Champions' e 'apanhou' o já retirado Raul no quarto posto dos 'artilheiros', apenas superados por Cristiano Ronaldo, Lionel Messi e Robert Lewandowski.

A segunda parte foi menos entusiasmante, com as duas equipas a fecharem mais o espaço e a optarem por ficar na expectativa, ainda que, com ligeiro ascendente para o Chelsea, inconformado com uma igualdade vantajosa para o segundo jogo em Stamford Bridge. A equipa de Zinedine Zidane terminou o encontro com apenas dois remates enquadrados.

No lado inglês, destaque para o central brasileiro Thiago Silva (36 anos e 217 dias), que passou a ser o jogador mais velho a titular numa meia-final da 'Champions', desde abril 2011.

Na quarta-feira, o Paris Saint-Germain, que na última época foi finalista vencido da competição, recebe o Manchester City, na primeira mão, em jogo com início às 20h00 (horas de Lisboa).

Ver comentários