Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Sp. Braga obrigado a puxar dos galões

Arsenalistas tiveram de dar a volta ao resultado na 2ª parte e conquistaram um triunfo que os coloca a três pontos do FC Porto.
Abel Sousa 5 de Fevereiro de 2021 às 08:25
Al Musrati tenta desarmar o algarvio Beto e anular mais uma jogada ofensiva da equipa orientada por Paulo Sérgio
Al Musrati tenta desarmar o algarvio Beto e anular mais uma jogada ofensiva da equipa orientada por Paulo Sérgio FOTO: Luís Vieira
Com os mais recentes reforços, Sporar e Borja (que ficou com uma cláusula de rescisão de 10 milhões de euros), no onze inicial, o Sp. Braga venceu esta quinta-feira o Portimonense (2-1), sendo obrigado a uma reviravolta na segunda parte, depois de 45 minutos pouco conseguidos.

Com a sétima vitória consecutiva em casa (só perdeu com o Santa Clara), a equipa minhota fica apenas a três pontos do FC Porto - aproveitou o empate dos dragões -, o seu próximo adversário. O primeiro tempo foi muito pródigo ofensivamente para os algarvios, que surpreenderam a equipa de Carlos Carvalhal taticamente.

Beto perdeu a primeira ocasião aos 14’, e já depois de Aylton Boa Morte ter marcado aos 23’ (a passe do ponta de lança), o guarda-redes Matheus evitou males maiores perante o mesmo Beto, que antes do intervalo ainda interpretou novo momento perigoso. Isto perante um Sp. Braga estranhamente inconsequente, apesar de apresentar maior iniciativa ofensiva.

A segunda parte foi diferente, com os arsenalistas mais incisivos sobre a bola, tendo o golo do empate surgido num excelente remate de Lucas Piazón de fora da área (62’). A reviravolta consumou-se aos 73’, num penálti convertido por Ricardo Horta, após falta cometida por Lucas Tagliapietra precisamente sobre o médio ofensivo bracarense. A vantagem deu tranquilidade ao Sp. Braga que, ainda assim, teve de suportar um último assomo do Portimonense, que criou um momento de grande embaraço a Matheus aos 89 minutos.
Sp. Braga Sporar Borja Portimonense Beto Matheus desporto futebol
Ver comentários