Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Sporting acusa Benfica de atraso no envio dos bilhetes para o dérbi

Leões acusam o Benfica de exigir a recolha de dados pessoais dos adeptos leoninos. O problema foi desloqueado através de uma plataforma eletrónica com custos adicionais para o Sporting.
Record e Lusa 30 de Novembro de 2021 às 16:53
O Sporting acusou esta terça-feira o Benfica de, com o consentimento da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, atrasar deliberadamente a disponibilização dos bilhetes para os adeptos 'leoninos', referente ao dérbi de sexta-feira, da 13.ª jornada, no Estádio da Luz.

Em comunicado, o clube de Alvalade explicou que só recebeu os bilhetes no dia 29 de novembro, no que diz ser um "claro incumprimento" do regulamento das competições da Liga, em que a equipa visitada deve disponibilizar os ingressos aos visitantes com 12 dias de antecedência.

"O atraso na disponibilização dos bilhetes é totalmente alheio ao Sporting e resulta de uma situação criada pelo Benfica, com a anuência da Liga Portuguesa de Futebol Profissional", lê-se num comunicado publicado no site oficial dos 'leões'.

O Sporting explicou que passou por um "processo moroso" para ter acesso aos bilhetes, que estarão à venda a partir de hoje tanto online como na bilheteira de Alvalade para sócios detentores de passe de temporada, e acusou o Benfica de tentar violar a legislação de proteção de dados.

"O Benfica informou que a emissão de bilhetes para adeptos visitantes, além de ser efetuada fora do quadro regulamentarmente previsto, estaria condicionada à recolha e partilha dos respetivos dados pessoais (nome, documento de identificação, data de nascimento e contacto), procedimento que não corresponde a nenhuma das alternativas dispostas no predito regulamento e que, para mais, violaria a legislação aplicável em matéria de proteção de dados pessoais", argumentou o Sporting.

Com este cenário, o clube 'leonino' revelou que, dentro dos "timings próprios", fez uma exposição à Liga, mas que o organismo mostrou "incapacidade em impor o cumprimento regulamentar".

"Foi encontrada uma solução através de uma plataforma eletrónica da Liga, ou seja, em conformidade com o regime estabelecido no Regulamento das Competições até então ignorado, sendo que o Benfica e a Liga se recusaram a suportar o custo acrescido que a mesma acarreta para os sócios do Sporting. Perante esta situação, o Sporting decidiu suportar este custo adicional, assim assegurando que os seus sócios e adeptos não ficam privados de poder ir ao jogo", esclareceram os 'leões'.

O clube de Alvalade garantiu que "os dados pessoais" das pessoas que adquirirem bilhete não serão partilhados com o Benfica, embora o ingresso, que terá um custo de 31 euros, seja "intransmissível".

O Sporting lembrou ainda que, de acordo com as novas diretrizes da Direção-Geral da Saúde, será necessário apresentar, além do certificado digital covid-19, um teste negativo (PCR ou antigénio 48 horas antes do jogo), sendo que os autotestes não são válidos.

O Benfica-Sporting está agendado para sexta-feira, às 21h15.

Sporting Benfica Liga desporto futebol
Ver comentários