Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Treinador do Rio Ave com gestos obscenos para o banco do Boavista

Jesualdo não poupa Miguel Cardoso e Rio Ave fala em ameaças ao técnico.
Paulo Jorge Duarte 11 de Abril de 2021 às 09:55
Miguel Cardoso insulta o banco dos boavisteiros
Coentrão fez, nos descontos, o golo que deu o empate ao Rio Ave no Bessa
Miguel Cardoso insulta o banco dos boavisteiros
Coentrão fez, nos descontos, o golo que deu o empate ao Rio Ave no Bessa
Miguel Cardoso insulta o banco dos boavisteiros
Coentrão fez, nos descontos, o golo que deu o empate ao Rio Ave no Bessa
Cenas muito tristes, que deviam ser assinaladas com bola vermelha, marcaram este sábado o Boavista-Rio Ave, que acabou empatado, 3-3, fechando a contagem, já nos descontos, Coentrão. Miguel Cardoso, treinador dos vila-condenses, foi a figura pela negativa, dirigindo-se ao banco axadrezado com gestos obscenos aquando do último golo.

Jesualdo Ferreira, que não poupou a arbitragem, criticou o comportamento do homólogo. “Não gostei nada de ver a atitude do treinador do Rio Ave”, afirmou o técnico dos boavisteiros, adiantando que os gestos de Miguel Cardoso não “dignificam também [o futebol]”.

O treinador do Rio Ave não compareceu na entrevista rápida, no relvado do Bessa, nem na sala de Imprensa. Segundo o seu clube, o técnico foi ameaçado por dirigentes dos boavisteiros quando procurava dirigir-se para a flash interview.

Rio Ave Boavista-Rio Ave Coentrão Miguel Cardoso desporto futebol
Ver comentários