Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Portugal está pela primeira vez na final masculina do Europeu de padel

Lusos vão lutar, no sábado, com a Espanha pelo título continental.
17 de Novembro de 2017 às 21:48
Miguel Oliveira, jogador de padel
Diogo Rocha, jogador de padel
Miguel Oliveira, jogador de padel
Diogo Rocha, jogador de padel
Miguel Oliveira, jogador de padel
Diogo Rocha, jogador de padel
Portugal qualificou-se hoje pela primeira vez para a final masculina dos Campeonatos da Europa de padel, indo lutar, no sábado, com a Espanha pelo título continental.

Miguel Oliveira e Diogo Rocha fizeram hoje história para Portugal, ao conquistarem, frente aos italianos Enrico Burzi e Andres Britos, o ponto decisivo que permitiu à seleção nacional apurar-se para a final do Europeu de padel, na qual irá defrontar a Espanha.

O duo luso bateu a dupla transalpina com os parciais de 7-5 e 6-2, somando o segundo ponto na meia-final com a Itália.

"Sentimos uma alegria enorme. Fomos nós que demos o segundo ponto, mas podia ter sido qualquer jogador", reconheceu Oliveira, admitindo ter concretizado o sonho a que se propôs quando resolveu emigrar para se tornar jogador profissional.

Já Diogo Rocha, que se debateu com problemas físicos (tem um entorse no joelho esquerdo), mostrou-se satisfeito por ter conseguido participar no feito histórico de Portugal.

"Amanhã, não sei [se consigo jogar]. Hoje, estou feliz. No domingo, tivemos uma reunião para analisar se seria dispensado, mas ainda bem que pude ajudar Portugal", disse.

Oliveira e Rocha confirmaram o triunfo depois de Vasco Pascoal e João Bastos terem conquistado o primeiro ponto para Portugal, ao derrotarem os italianos Michelle Bruno e Gianmarco Toccini, por duplo 6-1.

"Acabou por ser uma vitória fácil, devido à exibição que eu e o João fizemos. Estivemos perto da perfeição", considerou Pascoal, que foi prontamente corroborado por Bastos: "As coisas saíram-nos bem desde o início. Nós sabíamos que este era o par mais acessível da Itália."

No sábado, Portugal vai defrontar a Espanha, com o favoritismo a pender para o lado dos visitantes.

"Amanhã, é uma final para desfrutar. Eles são claramente favoritos, mas nós não temos nada a perder, só a ganhar", resumiu Oliveira.

Até hoje, o melhor resultado da seleção portuguesa masculina no Europeu de padel tinha sido o terceiro lugar, conquistado em 2009, precisamente no mesmo local, o Clube de Ténis do Estoril.
Ver comentários