Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Chuva de prata na canoagem para Portugal

Comitiva lusa termina Mundiais com cinco medalhas.
Rafael Godinho 20 de Setembro de 2021 às 09:12
Fernando Pimenta (prata) com Balint Noe, vencedor de K1 5000
Fernando Pimenta (prata) com Balint Noe, vencedor de K1 5000 FOTO: EPA/Keld Navntoft
Portugal conseguiu três medalhas de prata no último dia dos Mundiais de canoagem que decorreram em Copenhaga (Dinamarca). Com cinco medalhas conquistadas, a comitiva lusa obteve a melhor participação da sua história.

João Ribeiro foi o primeiro a entrar em ação, arrecadando o 2º lugar na prova de K1 500 metros, a 1,01 segundos do título mundial, conquistado pelo bielorrusso Mikita Borykau.

A segunda medalha de prata do dia chegou na prova de K2 200 metros mistos: Francisca Laia e Messias Baptista completou a prova em 34,34 segundos, ficando a apenas 39 centésimos dos húngaros Anna Lucz e Kolos Csizmadia.

Por fim, foi a vez de Fernando Pimenta tentar novo título mundial, depois de ter conquistado o ouro em K1 1000 metros. O canoísta de Ponte de Lima, de 32 anos, cumpriu os 5000 metros em 20.03,19 minutos, sendo apenas 22 centésimos mais lento do que o vencedor, o húngaro Balint Noe. “O segundo lugar tem um sabor agridoce. Terminar com duas medalhas no Campeonato Mundial é fantástico”, disse Pimenta.

Na sexta-feira, Norberto Mourão conquistou o bronze na canoagem adaptada.
Dinamarca Portugal Copenhaga Mundiais K1 Fernando Pimenta desporto canoagem
Ver comentários