Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

“É o jogo das nossas vidas”: Capitão da Seleção Nacional de hóquei em patins sobre final do Mundial

Portugal defronta este domingo a Argentina na final do mundial.
Sara Guterres 14 de Julho de 2019 às 11:01
Hélder Nunes (esq.) e João Rodrigues (dir.)
Hélder Nunes (esq.) e João Rodrigues (dir.) FOTO: Record/ Pedro Santos
"É o jogo das nossas vidas". Foi desta forma que João Rodrigues, capitão da seleção nacional de hóquei em patins, se referiu à final do Mundial (este domingo, às 17h00, na RTP1) frente à Argentina.

"O jogo será decidido em detalhes. Vamos entrar com todas as nossas forças e fazer tudo para dar a alegria do título aos portugueses", afirmou o avançado, acrescentando que a conquista do Mundial "é um sonho de menino" de todos os jogadores.

Também Jorge Silva, que falha a final por castigo, disse este sábado que o grupo "está unido" na perseguição pelo título: "Não temos de nos considerar favoritos, mas quem quiser derrotar esta equipa vai ter de trabalhar muito".

O avançado abordou ainda o perigo dos "reis da habilidade fora do que é o hóquei" poderem tentar condicionar o jogo. Disse que "admite erros, mas não propositados" e que "só não tiraram Portugal da competição porque tem um grupo muito forte".

Já o selecionador Renato Garrido espera uma "grande" final, mas mostrou-se consciente das dificuldades: "Vamos ter pela frente a Argentina, que é uma seleção muito forte".

Pormenores
À procura do 16º título
Caso vença a final frente à Argentina, Portugal conquista o 16º troféu. A última vez que a seleção nacional venceu o Mundial foi em 2003, ao derrotar a Itália por 1-0.

Vingar derrota de 1995
A seleção portuguesa procura este domingo vingar a derrota (1-5) frente à congénere da Argentina no Mundial que se realizou no Recife, Brasil, em 1995.
RTP1 João Rodrigues Argentina desporto Portugal hóquei em campo hóquei em patins Espanha hóquei
Ver comentários