Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Quinze medalhas de Pimenta num ano só pelo seu "foco permanente na superação"

Presidente da Federação Portuguesa de Canoagem elogia o "melhor desportista português de sempre".
Lusa 5 de Outubro de 2022 às 10:27
Fernando Pimenta
Fernando Pimenta FOTO: FP Canoagem
O recorde de 15 medalhas internacionais de Fernando Pimenta em 2022 é justificado pelo seu treinador com o seu "foco permanente na superação", enquanto o presidente da Federação Portuguesa de Canoagem elogia o "melhor desportista português de sempre".

"Portugal nunca teve um atleta igual ao Fernando Pimenta. Várias vezes campeão da Europa e do Mundo, até em diferentes disciplinas e distâncias, duas medalhas olímpicas e um pecúlio que já vai em 123 pódios internacionais nos quais junta humildade e ambição na sua atitude", justificou, à Lusa, o presidente da Federação Portuguesa de Canoagem, Vítor Félix.

Pimenta conquistou três medalhas nos mundiais do Canadá e nesse mesmo agosto outras três nos Europeus da Alemanha, depois dos sete pódios em Taças do Mundo. No último fim de semana, na 'sua' Ponte de Lima, foi campeão do mundo de maratonas em K1 'short race' e em K2 na distância longa, com José Ramalho.

"O Fernando acredita que ter uma carreira longa e com consistência de resultados desportivos de excelência não é uma tarefa para todos. Exige vontade, esforço e muita dedicação. Sempre soube isso e cumpre rigorosamente com tudo o que é expectável para um atleta de elevadíssimo nível", elogia o seu treinador, Hélio Lucas.

O técnico que acompanha o limiano desde as primeiras pagaiadas revela que o seu pupilo "sempre foi muito rigoroso e disciplinado nos treinos, incluindo os mais exigentes, a única forma de se manter no topo da elite".

Nove medalhas de ouro, quatro de prata e duas de bronze em 2022 exigem "imenso" de um competidor, pelo que o canoísta não descura nenhuma questão, incluindo aquelas extrínsecas ao treino propriamente dito.

"Muitas vezes, são os detalhes que fazem toda a diferença. E ele vai buscá-los na alimentação, recuperação física, avaliação e controlo de treino, apoio médico e psicológico... Aplica-se em todas as valências que podem fazer a diferença, sabendo que o somatório das pequenas ajudas o levam ainda mais longe", acrescentou.

O canoísta, de 33 anos, nunca vira a cara à luta e encara de frente as adversidades, tendo optado por competir no fim de semana quando foi surpreendido com o falecimento do avô, a quem dedicou os seus êxitos.

"Até quando duvidam do Pimenta, ele está lá. Sempre com paixão, trabalho e exigência", concluiu Hélio Lucas.

Entre outros feitos, na segunda Taça do Mundo, em Poznan, Pimenta fez história ao conquistar quatro medalhas de ouro no mesmo dia.

"Por isso a federação internacional salientou esse facto. Ainda por cima, as quatro finais num só dia. Vencê-las a todas é um feito que até hoje ninguém conseguiu. Estou extremamente contente por marcar essa diferença", admitiu, na altura, em declarações à Lusa.

Medalhas de Fernando Pimenta em 2022:

- Campeonato do Mundo de velocidade, Halifax, Canadá:

Prata K1 1.000.

Prata K2 500 misto com Teresa Portela.

Bronze K1 500.

- Campeonato da Europa de velocidade, Munique, Alemanha:

Ouro K1 5.000.

Prata K1 1.000.

Bronze K1 500.

- Taça do Mundo I, Racice, República Checa.

Ouro K1 1.000.

Ouro K2 1.000 com João Duarte.

Prata K1 5.000.

- Taça do Mundo II, Poznan, Polónia.

Ouro K1 1.000.

Ouro K1 500.

Ouro K1 5.000.

Ouro K2 500 misto com Teresa Portela.

- Campeonato do Mundo de maratonas.

Ouro K1 short race.

Ouro K2 com José Ramalho.

Ver comentários