Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

"Tive dificuldades até para arranjar dinheiro para comer": Surfista Yolanda Sequeira 5ª nos Jogos Olímpicos

Surfista fica em quinto e iguala o melhor resultado da comitiva nacional em Tóquio.
Mário Figueiredo 28 de Julho de 2021 às 08:40
Surfista Yolanda Sequeira
Surfista Yolanda Sequeira FOTO: José Coelho / Lusa
A surfista Yolanda Hopkins Sequeira ficou em quinto lugar na prova de surf, modalidade que fez a sua estreia em Jogos Olímpicos em Tóquio 2020. Na hora do balanço afirmou: "Tive muitas dificuldades na minha vida e o meu treinador (John Tranter) ajudou-me muito. Vivo em casa dele. Viu o meu potencial. É como a minha família. Tive muitas dificuldades até para arranjar dinheiro para comer."

A algarvia espera agora que este resultado possa ser traduzido num apoio maior de forma a pensar na medalha de ouro em Paris 2024. "Se alguma vez parasse de surfar, era por falta de dinheiro. Quero fazer o que gosto e ter apoio concreto atrás de mim", disse a surfista nascida em Faro, confiando que a verba de 50 mil euros lhe permita fazer "o mínimo dos mínimos" no desejado World Championship Tour.

Yolanda, que sobreviveu às repescagens, conseguiu o melhor resultado de Portugal em Tóquio, a par da judoca Joana Ramos. "Já recebi um diploma nos primeiros Jogos Olímpicos com surf e estou muito feliz com isso. Sou muito competitiva e vim com o pensamento no ouro. Acabei por cair um bocadinho atrás, mas estou muito feliz com o meu desempenho. Sei que o meu surf é suficiente para chegar lá acima. Não foi desta, será da próxima", observou a atleta , de 23 anos.

O brasileiro Ítalo Ferreira e a norte-americana Carissa Moore dominaram as provas de surf e tornaram-se nos primeiros campeões olímpicos da modalidade.

Polémica com Frederico Morais
O COP negou as acusações do surfista italiano Angelo Bonomelli (suplente) de que o organismo não o avisou a tempo do teste positivo à Covid de Frederico Morais, o que lhe teria aberto as portas do torneio.

Portugueses em prova
Portugal em 8º
Os cavaleiros Maria Caetano, Rodrigo Torres e João Miguel Torrão realçaram a "concretização do sonho" ao terminarem no 8º lugar a prova de ensino, com 6965,5 pontos.

José Paulo Lopes falha
José Paulo Lopes foi 23º nos 800 metros livres (7.56,15m) , falhando o acesso à final.

Melanie Santos em 22ª
A triatleta Melanie Santos ficou no 22º lugar da prova de triatlo que foi ganha por Flora Duffy, das Bermudas.

Carolina João melhora
A velejadora Carolina João subiu dois lugares para a 34ª posição da classe Laser Radial, após um 13º lugar na regata.

Dupla lusa em 11º
Os velejadores Jorge Lima e José Costa ficaram em 11º na primeira regata da classe 49er.

Catarina faz história na natação
Ana Catarina Monteiro fez esta terça-feira história ao tornar-se na primeira portuguesa a apurar-se para as ‘meia’ nos 200 mariposa ao ficar no 14.º lugar.

Anri Egutidze cai no prolongamento
O judoca Anri Egutidze foi eliminado na 2.ª ronda (-81 kg) ao perder no prolongamento para o austríaco Shamil Borchashvili.
Ver comentários